Temas de Capa

Escolher a saúde

Escolher a saúde-capa-mileniostadium
Crédito: DR.

Muito bom dia. Mais uma sexta-feira… ah, mas espere – a última deste mês. Já lá vai outubro e assim vamos estando. E é mesmo muito bom que possamos ver e contar os meses a correr ante os nossos olhos.

Como passou a semana? Já com algum friozinho, mas neste país é o que é e vale o que vale. Não é para todos, mas está-se bem. Esta semana e muito a propósito, com a mudança de temperaturas e de estações, falamos sobre a nossa alimentação. Como se alimenta caro leitor?

À base de produtos mais frescos e saudáveis ou somente para alimentar o corpo? Sabemos que o nosso corpo é o nosso templo ou, pelo menos deveria ser.

Há muito que pratico o tipo de alimentação “clean” e não por não gostar deste ou daquele determinado prato da nossa rica e vasta gastronomia. O nosso organismo dita e nós devemos escutar.  Carnes vermelhas são para mim uma coisa de um passado já muito distante. Não me sentia bem, coloquei de parte. Opto pelo peixe, alguma carne branca e muitos vegetais e legumes. Mas cá está, só posso falar por mim. Não digo com tudo isto que a minha aproximação à alimentação seja a mais correta.  Não obstante é a mais correta para mim. Procuro alimentos biológicos o mais possível, se serão todos até duvido, mas opto por eles de qualquer forma. Na expectativa de ingerir menos pesticidas e produtos processados. Voltei a juntar a uma alimentação regrada o exercício físico, que admito nem sempre é fácil, mas estou bastante orgulhosa pois desde que tomei essa decisão tenho sido fiel a essa regra na minha vida.

Voltando um pouco ao produto biológico e à menos que suficiente adesão por parte do consumidor – é pena pois os preços não deveriam ter tal disparidade relativamente aos produtos não identificados como biológicos. Uma boa alimentação deveria de estar ao alcance de todos e qualquer um que assim preferisse, porque também há pessoas que podem muito bem comer saudável e, pura e simplesmente, não querem. Optam pelo caminho mais rápido, nem sempre prático, que é o de comida repleta de sódio e açúcares.  Cada um é como cada qual.  Há que pensar que o “dinheiro que se gasta numa boa alimentação, pode vir a prevenir o que se gasta nos medicamentos” ditado antigo. Sábio.

Fique bem caro e cara leitor/a.  Cuide de si. Do corpo e da alma. É o que nos resta neste mundo de já nem sei bem o quê.

Até já e muita saúde,

Cristina DaCosta/MS

Redes Sociais - Comentários

Artigos relacionados

Não perca também
Close
Back to top button

 

Quer receber a edição semanal e as newsletters editoriais no seu e-mail?

 

Mais próximo. Mais dinâmico. Mais atual.
www.mileniostadium.com
O mesmo de sempre, mas melhor!

 

SUBSCREVER