Temas de Capa

Serviços consulares? Passaportes? Está difícil. Muito difícil!

passaporte portugues - milenio stadium

 

Quer seja para renovar o cartão do cidadão ou o passaporte, obter um visto, autenticar um documento ou fazer qualquer tipo de registo a grande maioria dos portugueses ou luso-descendentes que residem aqui acaba por precisar, mais cedo ou mas tarde, de se deslocar ao Consulado-Geral de Portugal em Toronto localizado no 438 University Ave. O problema é que dada a dimensão da comunidade e o reduzido número de funcionários ter acesso a este serviço pode transformar-se numa dor de cabeça. Prova disso são os comentários de descontentamento a que temos acesso nas redes sociais do Consulado.

Esta semana o Consulado Geral de Portugal em Toronto contratou três novos funcionários. A informação foi confirmada ao nosso jornal pelo Cônsul-Geral de Portugal em Toronto, José Carneiro Mendes, que avançou que ao contrário do que foi noticiado o Consulado esteve aberto nas últimas três semanas.

Cônsul-Geral de Portugal em Toronto, José Carneiro Mendes - milenio stadium“O Consulado nunca esteve fechado, tivemos, isso sim, que suspender as marcações que tínhamos no sistema, porque não tínhamos os funcionários para as atender mas atendemos uma média de 30 a 40 pessoas por dia entre os dias 13 e 30 de junho (os casos mais urgentes ou de emergência e as pessoas que apareciam e nos demonstravam que precisavam de ser atendidas)”, garantiu.

A morte recente de um dos funcionários e a demissão de outros durante a pandemia acabou por agravar a falta de recursos humanos que já era conhecida. “Contratámos três novos funcionários que começaram já a atender na semana passada. Ainda longe dos oito que perdemos neste último ano e meio e que não puderam ser substituídos atempadamente, também por causa do confinamento e da pandemia”, informou.

Mas nem tudo são boas notícias, apesar do reforço as marcações estão completamente lotadas neste e no próximo mês. “Atenderemos todos os casos urgentes que forem aparecendo, ou seja, voltamos ao normal, como antes de dia 13. Mas não temos vagas antes de princípios de Setembro”, disse.

Recentemente o Presidente da Assembleia da República Portuguesa, Augusto Santos Silva, visitou o Canadá para assinalar o Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas, e o Milénio Stadium endereçou este problema ao que o responsável disse que tinha “a convicção profunda de que as coisas [iam] melhorar bastante nos próximos anos”.

O líder sindical local que representa os trabalhadores deste Consulado disse à agência Lusa que em 2013 o Consulado chegou a ter 23 funcionários, um número que tem vindo a ser reduzido desde então em parte porque os salários e os benefícios são pouco atrativos. “Há 12 anos que os salários não sofreram qualquer alteração”, disse André Domingues, delegado sindical do STCDE (Sindicato dos Trabalhadores Consulares e das Missões Diplomáticas no Estrangeiro).

Mas desengane-se se julga que os problemas só existem para renovar o seu passaporte português. Depois de dois anos de pandemia em que os canadianos foram impedidos de viajar para conter a transmissão da COVID-19, o governo federal registou um aumento de 350% na procura por emissão e/ou renovação de passaportes.
Otava contratou mais 600 funcionários e criou uma task force para conseguir normalizar a situação, mas por enquanto obter este documento pode demorar entre dois a nove dias úteis, no caso de se tratar de um pedido urgente e entre duas a nove semanas, no caso de requerer um serviço normal. Ou pelo menos estes são os tempos de espera que constam na página do governo federal dedicada a este serviço e cuja última atualização foi feita a 1 de julho.

Dados do governo federal indicam que entre abril de 2020 e março de 2021 foram emitidos 363.000 passaportes e que este ano o número já vai em 1.273.000.

A juntar a tudo isto existem grandes atrasos nos aeroportos canadianos e um pouco por todo o mundo, inclusive em Portugal. A indústria fez despedimentos maciços durante a pandemia e agora ainda está a operar com poucos funcionários. A Greater Toronto Airports Authority (GTAA), a autoridade responsável pelo Aeroporto de Pearson em Toronto, o maior do país, tem apelado ao governo federal para contratar mais reforços, mas o Ministro dos Transportes diz que este não é o único problema do sector. Nas últimas semanas aos atrasos e aos cancelamentos juntou-se a bagagem perdida. No Montréal-Pierre Elliott Trudeau International Airport a situação também tem estado caótica.

Especialistas em aviação antecipam que estes problemas vão continuar durante meses. Portanto fica aqui a dica: se tiver mesmo de viajar vá com antecedência para o aeroporto e prepare-se para o pior.

Joana Leal/MS

Redes Sociais - Comentários

Artigos relacionados

Back to top button

 

Quer receber a edição semanal e as newsletters editoriais no seu e-mail?

 

Mais próximo. Mais dinâmico. Mais atual.
www.mileniostadium.com
O mesmo de sempre, mas melhor!

 

SUBSCREVER