BlogTemas de Capa

Três artistas da MDC Music na disputa por prêmios nos IPMA 2022

IMG_5641 - milenio stadium
Reno Silva, diretor musical da MDC Music. Créditos: Fá Azevedo

 

Há 10 anos que os Internacional Portuguese Music Awards (IPMA) servem de palco para que os mais variados artistas com raízes portuguesas espalhados pelo mundo possam apresentar a música que fazem, seu talento e o ADN lusófono que os distingue. A premiação, pioneira, nasceu com essa ideia e desde a sua implementação no mercado musical vem ganhando cada vez mais força, destaque na indústria e cumprindo com o papel a que se propôs desde a fundação. “Além de fazer com que as pessoas conheçam o trabalho dos artistas, os IPMA promovem essa celebração da música portuguesa, confraternização entre os artistas, e essa troca de experiências é muito positiva”, avalia o diretor musical da MDC Music, Reno Silva.

Essa edição, aliás, é especial por diversas razões. Além de marcar uma década da premiação, também marca o recorde de artistas da MDC Music indicados aos prêmios. São três em diferentes categorias: a luso-canadiana Ruby Anderson, que concorre na categoria de Melhor Atuação Pop, com a música “I’m Done”; o canadiano Nick Souza, nomeado para Melhor Atuação Rap/Hip-Hop com “Light Show” e o luso-canadiano Peter Serrado, que busca o prêmio de Melhor Videoclipe do Ano com “Lisboa”. Esse trabalho é uma das grandes apostas para sair vencedor, já que o vídeo clipe que traz uma história em que vida real se mistura com cartoons, mostra todo o talento da também artista do MDC Media Group, Stella Jurgen, realizadora e diretora artística do trabalho.

 

MDC Artists - milenio stadium

 

Para Reno contar com as indicações de três nomes da casa é um reconhecimento do trabalho feito pelos jovens artistas de diferentes estilos musicais: “Estamos felizes que eles foram nomeados. É um sinal de que as pessoas já viram e reconheceram o talento deles, o que para nós já é um sucesso, quer dizer que as músicas estão sendo ouvidas, o público está prestando atenção, consideramos um grande passo para nós, que gerenciamos a carreira deles, e para os artistas. Se ganharem será ótimo, claro, mas o mais importante é estarmos todos celebrando a música portuguesa e a cena musical portuguesa”, destaca.

E o diretor musical fala da importância dessa premiação na carreira de um artista em especial porque juntos eles já vivenciaram essa experiência de perto. Em 2019, Peter Serrado foi o primeiro artista da MDC a ganhar os IPMA, na categoria novos talentos. “Até hoje falamos sobre esse prêmio, ajuda na carreira”, afirma Reno, explicando que além de projetar o artista na cena musical, possibilita que ele se mostre musicalmente, fazendo com que as pessoas o conheçam: “Logo depois do Peter ter subido no palco, ganhado a premiação naquela edição, as pessoas vieram falar com ele, tirar fotos…receber o prêmio faz com que os holofotes se voltem para o vencedor, então é uma oportunidade muito boa para alavancar a carreira”. E complementa: “Além de ser uma verificação para os artistas de que estão no caminho certo, é uma espécie de “selo de qualidade” digamos assim, uma comprovação para nós como empresa também de que estávamos certos em apostar naquele talento. Permite que a história desses cantores e músicos chegue mais longe”.

Difundir a carreira de artistas com sangue português…e da música com essas raízes, misturando velhas e novas tendências, promovendo uma simbiose entre artistas de diferentes gerações e características é a essência dessa premiação. “A música portuguesa em si é muito rica, existe um vasto repertório de artistas e muitos podem ser influências para esses novos talentos, para que aprendam com eles e os inspirem a usarem novos elementos na música que fazem”, conclui Reno. Vida longa aos IPMA e à celebração da música, que embala os corações e vidas do público mundo afora.

Lizandra Ongaratto/MS

Redes Sociais - Comentários

Artigos relacionados

Back to top button

 

Quer receber a edição semanal e as newsletters editoriais no seu e-mail?

 

Mais próximo. Mais dinâmico. Mais atual.
www.mileniostadium.com
O mesmo de sempre, mas melhor!

 

SUBSCREVER