Temas de Capa

Inflação atinge nível mais alto em 30 anos no Canadá

Os primeiros registos históricos da inflação remetem-nos a acontecimentos no final da vigência do Império Romano. A cunhagem indiscriminada de moeda para cobrir as despesas militares foi causadora de um grande processo inflacionário, que foi o princípio do fim do imperador Diocleciano e a posterior queda do grande Império Romano.

Tem sido notícia, nos últimos dias, o facto de a inflação atingir um nível nunca visto nos últimos 30 anos no Canadá, pois jamais os preços ao consumidor atingiram um valor elevado como o registado em dezembro 2021, segundo o departamento de estatística do país.

Quem não se deparou já com um problema de atraso ou mesmo de impossibilidade de adquirir um produto?  Isto tudo resultado de problemas na rede de abastecimento. 

Como consequência disto mesmo, os alimentos tiveram a maior alta de preços desde dezembro de 2011, com um aumento de 5,7% num ano. Em suma, “O Índice de Preços ao Consumidor subiu 4,8% em dezembro em relação ao ano anterior”, como podemos ler nos dados da agência nacional de estatística.

Mas o leitor do Milénio pergunta: o que causa a inflação?

Simplificando, podemos dizer que quando temos muitos consumidores a querer comprar e não temos produção que acompanhe esta procura a percentagem da inflação cresce. Assim temos que a principal causa para a inflação é o excesso de procura acompanhada de pressões generalizadas de custos. A emissão excessiva de moeda por parte do governo é uma razão também a ter em conta. 

A taxa de inflação do Canadá acelerou para 4,8% em dezembro de 2021, de 4,7% em novembro e outubro, correspondendo às expectativas do mercado. Atingindo assim a taxa de inflação mais acentuada desde setembro de 1991. Os preços subiram em produtos, bens e serviços que todos utilizamos, senão vejamos (gráfico 1): 

Inflação atinge nível mais alto-capa-mileniostadium
Gráfico 1
  • Transporte (8,9%)
  • Gasolina (33,3%)
  • Casa (5,4%)
  • Alimentação (5,2%)

Os preços ao consumidor caíram 0,1%, como esperado, já que os preços da gasolina desceram como consequência à menor procura por via dos efeitos colaterais da propagação da variante Ómicron Covid-19.

O que o governo pode e deve fazer para controlar e reduzir estas elevadas percentagens terá de passar por medidas de aperto fiscal e monetário. Ou seja, gastos públicos mais baixos, impostos mais elevados e juros mais altos. Algo que, admito, nunca é muito popular para quem tem de decidir politicamente, pois implica sacrifícios por parte da população como, por exemplo, o aumento no preço da energia e combustíveis, entre outros.

A taxa de inflação no Canadá deverá ser de 3,80% até o final deste trimestre, de acordo com os modelos macro globais da Trading Economics e as expectativas dos analistas. No longo prazo, a taxa de inflação do Canadá deverá ter uma tendência de cerca de 2,50% em 2023 (ver gráfico 2).

Inflação atinge nível mais alto-capa-mileniostadium
Gráfico 2

Não raras vezes damo-nos conta de várias críticas a Portugal no domínio das finanças públicas, mas neste particular este pequeno país à beira-mar plantado é um bom exemplo para o mundo, pois Portugal foi um dos estados-membros da União Europeia a reportar um défice orçamental mais baixo, no terceiro trimestre de 2021.

Em jeito de conclusão cito Oswalde Wendell que escreveu “A inflação é a pior ditadura que um povo pode suportar”.

Vítor M. Silva/MS

Redes Sociais - Comentários

Artigos relacionados

Back to top button

 

Quer receber a edição semanal e as newsletters editoriais no seu e-mail?

 

Mais próximo. Mais dinâmico. Mais atual.
www.mileniostadium.com
O mesmo de sempre, mas melhor!

 

SUBSCREVER