Temas de CapaBlog

“Garantir a segurança das crianças, essa é a nossa obrigação”

Stephen Lecce, ministro da Educação de Ontário

Com a abertura do ano letivo cada vez mais próximo, Stephen Lecce, ministro da Educação de Ontário, convocou os órgãos de comunicação étnicos para fazer passar a sua mensagem, assumindo ser importante que chegasse a todas as comunidades, nas mais diferentes línguas, para que todos os pais e encarregados de educação tenham acesso às medidas adotadas pelo governo provincial, no sentido de garantir a proteção de todos.

Garantir a segurança das crianças-ontario-mileniostadium
Stephen Lecce, ministro da Educação de Ontário. Photo: Twitter

Lecce começou por lembrar a importância de retomar o ensino presencial, já que vários especialistas deram conta ao seu governo das preocupações com a saúde física e mental das crianças, que estiveram ao longo do ano letivo passado privadas da convivência com colegas e professores.

Na conferência de imprensa promovida terça-feira (24), o ministro da Educação de Ontário quis, desde logo, reforçar que o plano apresentado e aprovado pelo chefe de saúde de Ontário, Dr. Moore, foi subscrito pelos hospitais pediátricos da província de Ontário, incluindo o Sick Kids Hospital. No entanto, o grande destaque ao longo de todo o discurso do ministro Stephen Lecce foi dirigido ao investimento na melhoria dos sistemas de ventilação das salas de aula, em todas as escolas de todas as regiões da província, algo que é, segundo próprio, a sua prioridade e também a de Doug Ford. Foram investidos mais de 600 milhões de dólares para este efeito.

Unidades HEPA

Este investimento vai garantir que todas as salas de aulas ocupadas, ginásios, bibliotecas e outros espaços de instrução, que não tenham ventilação mecânica, sejam providos de unidades com filtros autónomos de partículas de ar de alta eficiência (HEPA). Esta medida inclui as salas de aula dos alunos de Junior & Senior Kindergarten, por se perceber que os mais novos não conseguirão usar as máscaras.

Variante Delta

O ministro da Educação de Ontário quis ainda assegurar que as escolas se mantêm o mais seguras possível: “Temos que estar preparados para nos adaptarmos às exigências da variante Delta, já estamos neste momento a seguir as recomendações dos especialistas, mas a mensagem principal que eu destaco hoje tem que ver com as melhorias dos sistemas de ventilação, cujo investimento foi o maior de qualquer outra província. Em todas as escolas vai haver melhorias já em setembro. Nós estamos a pedir aos School Boards para irem divulgando, em todas as escolas, quais as alterações, quais são especificamente as melhorias feitas, para que de forma transparente todos saibam o que está a ser feito.”

Garantias

O Milénio Stadium teve a oportunidade de obter do ministro a resposta à pergunta por nós formulada:

Milénio Stadium: Dadas as informações relativas ao grau de transmissibilidade da variante Delta, e sabendo que nem todos os trabalhadores da educação serão vacinados, que garantias pode o governo dar relativamente à proteção da saúde de todos aqueles que regressarão à escola a partir de setembro?

Stephen Lecce: Nós asseguramos de forma absoluta que vamos continuar a seguir os melhores conselhos dos especialistas, com o objetivo de garantir a segurança das crianças – essa é a nossa obrigação.

O que temos feito nos últimos meses? Primeiro, em relação à proteção de todos, nós recomendámos aos trabalhadores na área da educação, professores e staff, que sejam vacinados, no entanto, quem não quiser ser vacinado, terá de ser frequentemente testado, de forma a garantir que não vai levar o vírus para o ambiente escolar. Essa é a primeira grande mudança deste ano, agora que temos vacinas, algo que não era possível o ano letivo anterior.

Em segundo lugar, a ventilação. Nós tínhamos investido o ano passado valores significativos para melhorar a qualidade e renovação do ar, mas de facto acredito que podemos ir mais além e é por isso que, seguindo os conselhos dos cientistas de Ontário, estamos a expandir e a investir mais.

Em terceiro lugar, estamos focados em melhorar as condições gerais das escolas – modernizá-las, com ar condicionado, com internet, com mais tecnologia para a educação e são escolas acessíveis a todas as crianças, mesmo com deficiências. É assim que mantemos as escolas seguras.

Nós decidimos ouvir o Sick Kids Hospital, por exemplo, que defende que em espaços fechados é essencial o uso de máscara e que, no exterior, não será necessário – nós adotámos essa regra. Não é por acaso que o Quebeque e British Columbia, que há um mês diziam que iam ter escolas livres de máscaras, agora estão a voltar atrás.  O ponto de interrogação chamado variante Delta, faz com que seja melhor que tenhamos cuidado e é exatamente isso que estamos a fazer. Tudo o que nos for recomendado pelo responsável da saúde de Ontário, vamos seguir.

Teremos a melhor qualidade de máscaras possível disponíveis para todos os que frequentam as escolas, teremos os produtos certos de limpeza e desinfeção, e ainda vamos garantir que todas as crianças e staff tiram a temperatura antes de entrar nas instalações. Todas estas ações vão ajudar a minimizar a possibilidade de termos casos a entrar nas escolas.

Ensino presencial VS online

No decorrer da conferência de imprensa, foi perguntado se quem escolheu agora que os seus filhos façam parte do ensino presencial, poderá, eventualmente, optar por ensino online caso enfrentemos outra onda pandémica mais forte. Stephen Lecce respondeu dizendo: “Alguns School Boards pediram para que os pais indiquem, até uma determinada data, que tipo de ensino preferem para os seus filhos. Estamos orgulhosos por sermos a única província que dá essa opção de escolha aos pais. Se eventualmente as circunstâncias se alterarem, vamos pedir aos School Boards que deem de novo aos pais a possibilidade de escolha. Neste momento, os School Boards tomam essas decisões dependendo de escola para escola, mas posso garantir que se a situação pandémica mudar, nós vamos intervir e pedir aos School Boards que deixem os pais tomarem a decisão do que consideram ser melhor para os seus filhos.”

Catarina Balça/MS

Redes Sociais - Comentários

Artigos relacionados

Back to top button

 

Quer receber a edição semanal e as newsletters editoriais no seu e-mail?

 

Mais próximo. Mais dinâmico. Mais atual.
www.mileniostadium.com
O mesmo de sempre, mas melhor!

 

SUBSCREVER