AmbienteBlog

A relatividade do tempo

Terra Viva

A relatividade do temp-ambiente-mileniostadium
Créditos: DR

Medimos o tempo a partir de nascimentos, mortes, voltas ao Sol, eventos e aniversários. Quando se renova um ciclo, como o Natal, Ano Novo, solstícios ou equinócios, fazemos balanços sobre o passado e planos para o futuro. Nestas alturas existe sempre uma reflexão sobre a finitude, mas também se nos desperta o desejo e a esperança de longa vida e prosperidade.

Nós humanos, que temos a capacidade de abstração e raciocínio desenvolvidos, esquecemo-nos da relatividade do tempo de vida, não refletindo sobre as diferenças de tempo de vida que outros seres vivos têm entre si e também connosco.

No intuito de estimular a nossa reflexão, deixo aqui uma pequena lista dos tempos de vida de outros seres vivos.

Águas-Vivas

O seu tempo de vida é possivelmente o mais longo de todos os seres vivos conhecidos, especula-se até que poderá viver quase eternamente. Poderão ler o artigo “Quase imortais” que publiquei aqui no Milénio Stadium em agosto de 2021. https://mileniostadium.com/vida-vidas/ambiente/quase-imortais-2/.

Efémeras

Afirma-se que algumas espécies de efémeras vivem apenas algumas horas, tal não é absolutamente certo, sendo verdade, no entanto, que na fase em que voam e se reproduzem vivem apenas horas, na sua fase larvar vivem semanas ou meses.

Molusco “Arctica islandica”

Vive em média 400 anos, havendo, no entanto, registos de exemplares que chegaram aos 500 anos.

Carpa (peixe) “Cyprinus caprio”

Tem uma média de vida de 200 anos, sendo que existem registos de um exemplar ter chegado aos 226 anos. Esta espécie foi desenvolvida pelo homem em 1720 a partir da carpa comum japonesa, simbolizando na cultura nipónica a amizade e o amor.

Baleia da Gronelândia “Balaena mysticetus ”

É o mamífero com maior longevidade, chegando aos 210 anos.

Tartaruga-irradiada
“Astrochelys radiata

Esta tartaruga é a de maior longevidade, tendo sido registado um exemplar que viveu 188 anos. Encontra-se atualmente ameaçada de extinção por perda de habitat e de tráfico ilegal, sendo uma das mais bonitas tartarugas, é muito procurada pelo seu valor comercial.

Mosquitos e Mariposas

Existem espécies que vivem na sua fase alada (com asas) apenas um dia.

Roedores – Ratos, Camundongos, Toupeiras, Ouriços

Vivem entre dois e quatro anos, são os mamíferos com a menor esperança de vida.

Pensemos então como a natureza é tão diversa, e que espécies com tempos de vida tão diferentes, conseguem nascer, viver, alimentarem-se, reproduzir-se e morrer, seja em breves horas ou dias ou em centenas de anos.

Aprendamos com a diversidade que nos rodeia e façamos uma reflexão sobre o nosso tempo de vida, aproveitemos e desfrutemos, entendamo-nos e admiremos esta Terra extraordinária.

Paulo Gil Cardoso/MS

Redes Sociais - Comentários

Artigos relacionados

Não perca também
Close
Back to top button

 

Quer receber a edição semanal e as newsletters editoriais no seu e-mail?

 

Mais próximo. Mais dinâmico. Mais atual.
www.mileniostadium.com
O mesmo de sempre, mas melhor!

 

SUBSCREVER