Desporto

Futre revela que Figo não queria ir para o Real

Paulo Futre revelou detalhes em torno da polémica transferência de Luís Figo do Barcelona para o Real Madrid, em 2000.

“Três dias antes das eleições ele percebeu onde estava metido. As suas filhas foram ameaçadas de morte e estava com medo daquilo que estava a ser montado, pelo que começou a recuar. Falou com o seu representante, José Veiga, e disse-lhe que não ia para o Real Madrid”, clarificou Futre, em declarações ao El Chiringuito.

Futre disse ainda como Florentino Perez se aproveitou da situação para fazer campanha nas eleições presidenciais do Real Madrid. O presidente dos merengues ofereceu a Figo um salário “cinco ou seis vezes superior” ao que o Barcelona estava disposto a pagar e o internacional português acabou por rumar ao Estádio Santiago Bernabéu.

Redes Sociais - Comentários

Artigos relacionados

Back to top button

 

Quer receber a edição semanal e as newsletters editoriais no seu e-mail?

 

Mais próximo. Mais dinâmico. Mais atual.
www.mileniostadium.com
O mesmo de sempre, mas melhor!

 

SUBSCREVER