BlogCanadá

Governador do Banco do Canadá, Tiff Macklem, diz que em matéria de taxas de juro tudo está em cima da mesa

milenio stadium - Tiff Macklem

 

No dia em que a Reserva Federal assustou os mercados com uma conversa dura sobre taxas de juro, o governador do Banco do Canadá, Tiff Macklem, disse que não vai descartar nada quando se trata da trajetória das taxas de juro do próprio banco central e de controlar a inflação canadiana.

 

O responsável falava ontem em Washington, DC, quando estava a participar em reuniões do Fundo Monetário Internacional e do Grupo do Banco Mundial. Macklem participou também em reuniões dos governadores dos bancos centrais do G7 e dos G20 e dos ministros das finanças.

 

O governador do Banco do Canadá não descartou a possibilidade de empurrar as taxas para além dos 50 pontos base de uma só vez depois de as ter aumentado para 1% na semana passada. Na quinta-feira anterior, o presidente da Reserva Federal, Jerome Powell, disse que é possível um aumento da taxa de juro de 50 pontos base em Maio, depois de um membro da Reserva Federal ter sugerido que um aumento de 75 pontos base não pode ser descartado, uma vez que a inflação é agora de 8,5%.

 

O governador do Banco do Canadá também disse que vai levar mais tempo para que a inflação diminua devido a ruturas na cadeia de abastecimento, à guerra na Ucrânia e ao pico de casos de COVID-19 na China. A taxa de inflação do Canadá voltou a subir acima das expectativas em Março e está em 6,7%, o valor mais elevado dos últimos 31 anos.

Redes Sociais - Comentários

Artigos relacionados

Back to top button

 

Quer receber a edição semanal e as newsletters editoriais no seu e-mail?

 

Mais próximo. Mais dinâmico. Mais atual.
www.mileniostadium.com
O mesmo de sempre, mas melhor!

 

SUBSCREVER