Mundo

Putin diz que espera acabar com conflito na Ucrânia “o mais depressa possível”

UZBEKISTAN-RUSSIA-INDIA-DIPLOMACY
Russian President Vladimir Putin meets with India’s Prime Minister Narendra Modi on the sidelines of the Shanghai Cooperation Organisation (SCO) leaders’ summit in Samarkand on September 16, 2022. (Photo by Alexandr Demyanchuk / SPUTNIK / AFP)

 

O presidente russo, Vladimir Putin, disse, esta sexta-feira, ao primeiro-ministro indiano Narendra Modi que quer acabar com o conflito na Ucrânia o mais depressa possível.

“Conheço a sua posição sobre o conflito na Ucrânia, as suas preocupações… Faremos o possível para acabar com isto o mais depressa possível”, afirmou Putin durante uma cimeira regional no Uzbequistão. “Infelizmente, só o lado oposto, a liderança da Ucrânia, anunciou a sua rejeição ao processo de negociação e afirmou que quer alcançar os seus objetivos por meios militares, no campo de batalha”.

Nova Deli e Moscovo têm laços de longa data que remontam à Guerra Fria e a Rússia continua a ser, o maior fornecedor de armas da Índia. Porém, na primeira reunião desde que as forças de Moscovo invadiram a Ucrânia em fevereiro, Modi disse a Putin: “Excelência, eu sei que não é tempo de guerra”.

A Índia evitou condenar explicitamente a Rússia pela invasão, que elevou o preço do petróleo e de outros bens. No entanto, enfatizou a importância da “democracia, diplomacia e diálogo” na reunião à margem da cimeira da Organização de Cooperação de Xangai na cidade de Samarcanda.

Os comentários do líder indiano surgem um dia depois de Putin reconhecer que a China – o principal aliado da Rússia – tem “preocupações” com o conflito na Ucrânia.

Redes Sociais - Comentários

Artigos relacionados

Back to top button

 

Quer receber a edição semanal e as newsletters editoriais no seu e-mail?

 

Mais próximo. Mais dinâmico. Mais atual.
www.mileniostadium.com
O mesmo de sempre, mas melhor!

 

SUBSCREVER