Comunidade

Nunca é tarde para aprender Comunidade sênior portuguesa participa de aulas para navegar pelas redes sociais

julie e ministra - milenio stadium

 

“Estou aprendendo a navegar no Google, quero encontrar a casa onde morei em Portugal”. A frase foi dita à nossa equipe de reportagem por Maria Fátima Pique, de 80 anos, uma moradora da comunidade de Davenport em Toronto e frequentadora assídua dos programas dedicados aos idosos oferecidos pela West Neighbourhood House. Além dela outra dezena de idosos participavam do “Connecting Hub”, voltado a ensinar membros da terceira idade a navegar pelas redes sociais, programa que faz parte da iniciativa “New Horizons for Seniors”. Com olhos e ouvidos atentos às instruções da facilitadora o grupo aprendia a desbravar o mundo online, tão presente e necessário na atualidade.

Quem também não perde as aulas é Margaret Pereira, de 73 anos, que conta que foi aqui que aprendeu a compartilhar fotos e vídeos com aqueles que ainda estão em Portugal. Além de aluna também é voluntária na instituição: “Sempre pensei que quando me reformasse queria me manter ativa ajudando a comunidade. E aqui isso é possível”.
Na última quarta-feira (12) os frequentadores receberam visitas muito especiais. A MP de Davenport, Julie Dzerowicz, fez questão de apresentar o projeto, que é financiado pelo governo federal, à ministra federal dos Seniors, Kamal Khera. “Muitos membros da comunidade portuguesa já vinham me dizendo que queriam aprender a usar o Facebook, que queriam falar com os familiares e amigos que ainda estavam em Portugal, para aprender receitas no Youtube, manter-se informado com o que acontece no país de origem…enfim, hoje em dia é muito importante estar conectado e para esses idosos é uma maneira de se sentirem incluídos, e alguns já estão nessas aulas há mais de um ano e agora estão a ajudar os que chegaram depois.” A MP também lembrou que novas vagas para instituições voltadas aos serviços para terceira idade que queiram integrar o programa federal estão abertas à nível nacional: “O processo de aplicação está disponível para todas as comunidades, e espero que mais instituições de Davenport se inscrevam. Podem ser oficinas de arte, de culinária, qualquer programa voltado para os idosos, para os manter ativos, integrados à comunidade. Isso é essencial para ajudá-los a combater a depressão, isolamento, os mantêm felizes e interagindo uns com os outros”, destacou Dzerowicz.
A ministra Khera interagiu com os frequentadores e gostou de sentir a energia e vitalidade vindas dessa turma: “É uma honra estar aqui hoje, falando com esses idosos, ver no terreno como essa verba do governo federal ajuda a manter esses programas nas diferentes comunidades e a importância disso para tanta gente. Uma vez que você empodera essas pessoas a usarem a tecnologia, as mídias sociais isso é algo muito valioso para eles. O objetivo do programa “New Horizons” é justamente esse, oportunizar que essas organizações que conhecem a necessidade de suas comunidades os ajudem da melhor forma” e acrescenta: “ Os idosos estiveram entre os grupos mais prejudicados e socialmente isolados durante a pandemia, por isso no nosso último Orçamento Federal fizemos questão de ampliar as verbas destinadas a esse grupo, no ano passado forma mais de 400 organizações em todo o país beneficiadas e cada um desses projetos pôde receber até 25 mil dólares de financiamento”, destacou a ministra.
Aproveitando que essa semana o Milénio Stadium se concentra em colocar luz sobre o andamento de um ambicioso projeto, que pretende ajudar e muito a comunidade sênior portuguesa, a construção do Magellan Community Centre, falamos com a MP por Davenport, sobre os incentivos que podem ser esperados do governo federal: “Nós realmente precisamos que o Magellan se torne uma realidade. Eu me comprometo a fazer tudo que puder, a nível federal, para que se garanta uma porção do financiamento através de verbas federais e tudo mais o que pode fazer para contribuir à nível provincial e municipal, já que todos trabalham juntos para concretizar um projeto desse tamanho. Para os idosos é muito, nessa fase da vida, importante estarem rodeados de pessoas que falem a língua, dividam aspectos culturais, será um marco na comunidade”, concluiu a parlamentar.
Lizandra Ongaratto/MS

Redes Sociais - Comentários

Artigos relacionados

Back to top button

 

Quer receber a edição semanal e as newsletters editoriais no seu e-mail?

 

Mais próximo. Mais dinâmico. Mais atual.
www.mileniostadium.com
O mesmo de sempre, mas melhor!

 

SUBSCREVER