Mundo

Morreu mergulhador que salvou jovens de gruta na Tailândia

 

Um dos mergulhadores que participou na operação de resgaste de 12 rapazes e do treinador de uma gruta na Tailândia, em junho de 2018, morreu com uma infeção do sangue contraída durante o salvamento. Beiret Bureerak esteve em tratamento, mas não melhorou.

O militar dos comandos da Marinha tailandesa foi um dos mergulhadores que ajudou a equipa Wild Boars, da Tailândia, a sair de uma gruta onde tinham ficado presos a 23 de junho de 2018. Os rapazes e o treinador estiveram durante mais de duas semanas encurralados numa gruta na província de Chiang Rai, no norte da Tailândia.

Foram resgatados todos, sãos e salvos, a 10 de julho de 2018. Beiret Bureerak foi um dos mergulhadores que fez parte das equipas de socorro: terá contraído uma infeção do sangue durante a operação de resgate.

O mergulhador esteve em tratamento desde essa altura, mas não conseguiu sobreviver 17 meses depois do resgate. A informação da morte foi dada esta sexta-feira pela Marinha da Tailândia.

Jornal de Notícias

Redes Sociais - Comentários

Artigos relacionados

Back to top button

 

Quer receber a edição semanal e as newsletters editoriais no seu e-mail?

 

Mais próximo. Mais dinâmico. Mais atual.
www.mileniostadium.com
O mesmo de sempre, mas melhor!

 

SUBSCREVER