Comunidade

15ª Gala da Luso Canadian Charitable Society juntou mais de mil pessoas

Luso Gala 2024 028

 

A décima quinta Gala da Luso Canadian Charitable Society levou cerca de 1100 pessoas ao Pearson Convention Centre. Jack Prazeres, Presidente da Direção da muito prestigiada instituição luso-canadiana que cuida de pessoas com necessidades especiais, não podia estar mais satisfeito, mesmo antes de as portas se abrirem para os que fizeram questão de marcar presença – “bem, o sentimento é sempre muito feliz porque sabemos que hoje que vêm para cima de 1100 pessoas celebrar este evento e ajudar as pessoas, aqueles que mais precisam.

Hoje temos também o Premier de Ontário, que também vai passar por aqui. Portanto, já estamos a dar nas vistas um bocadinho.

Nós temos sido um exemplo até para a província. A província tem mandado certas pessoas para ver como é que nós fazemos os nossos programas, como é que nós fazemos os nossos negócios, como é que nós fazemos o nosso dia a dia… porque nós conseguimos fazer mais com menos dinheiro do que a própria Província consegue fazer. Portanto, eu acho que estamos no radar do governo do Ontário para copiar o nosso sistema, e se Deus quiser, vão ajudar-nos. É isso que estamos à espera também. Estão a puxar a atenção à causa que é muito importante e vamos ver se saímos daqui hoje muito positivos, com muita gente a ajudar, a oferecer donativos e a divertir-se ao mesmo tempo”.

Doug Ford, Premier de Ontário, com a sua presença, sublinhou o reconhecimento do governo provincial pelo excelente trabalho desenvolvido pela Luso Canadian Charitable Society.

Para além destes apoios mais institucionais, Jack Prazeres sabe que a Luso Charities sempre terá ao seu lado a comunidade portuguesa que tem tido um papel crucial no sucesso do trabalho dirigido a quem não deve ser nunca esquecido – “a comunidade é as pilhas que nos faz andar. Nós, quando vamos a qualquer lado, entramos em qualquer lado e as pessoas dizem “parabéns, vocês estão a fazer um grande trabalho. A tua equipa é fantástica”. Portanto, isso leva-nos a andar para a frente e depois também a ouvir os pais, que é a coisa que mais nos faz sentir úteis. Os olhos e as lágrimas dos pais a pedir a nossa ajuda. A nossa sociedade esquece um bocado destas pessoas que precisam de ajuda. Nós fazemos aquilo que podemos, ajudamos para cima de 200 famílias todos os dias. Vamos continuar a fazer o melhor possível, mas não conseguimos chegar a todo o lado, infelizmente. Mas temos um bocado de orgulho e sentimos que, realmente, fazemos bom trabalho”.

 

luso charitable

Luso Gala 2024 002
Luso Gala 2024 001
Luso Gala 2024 010
Luso Gala 2024 028
Luso Gala 2024 004
Luso Gala 2024 002 Luso Gala 2024 001 Luso Gala 2024 010 Luso Gala 2024 028 Luso Gala 2024 004

 

A sala estava linda e o ambiente fazia adivinhar uma noite agradável, tal como desejava quem tanto trabalhou durante meses para que nesta Gala tudo corresse na perfeição., como nos explicou Cristina Marques, Residential Project Lead da Luso Canadian Charitable Society, “nós começámos a planear a gala basicamente oito meses antes de começar. Porque um entertainment como o Always ABBA não se pode arranjar de um dia para o outro? Há coisas nesse género, coisas que tem de se planear com muito tempo. E, entretanto, é começar a convidar as pessoas para virem à nossa gala e pedir-lhes para nos darem o suporte que sempre dão. E nós somos sempre tão bem recebidos na comunidade, o que muito agradecemos. Porque sem a força da comunidade, juntamente com a nossa, nós não poderíamos fazer o que estamos a fazer diariamente”.

Ana Bailão, personalidade bem conhecida da comunidade portuguesa residente na Grande Área de Toronto sempre foi presença habitual nestas Galas da Luso, mas desta vez com uma missão diferente – “desta vez sou o mestre de cerimónias. (risos). Sabe que isto, quando a família nos pede alguma coisa, nós nunca podemos dizer que não, não é? Tanto o Jack como o Heather ou a Cristina são pessoas que estão na minha vida há muito tempo e a própria Luso está na minha vida há muito tempo, porque eu fiz parte da direção antes de entrar na política e depois como vereadora e como vice-presidente da Câmara. Sempre trabalhei de perto com eles em vários projetos e, portanto, tanto a organização como as pessoas, os voluntários são pessoas especiais para mim. E depois, acima de tudo, é o trabalho que eles fazem e as pessoas que eles servem. E acho que nunca poderia dizer que não. E então é com muito prazer que eu estou aqui a dar uma contribuição muito pequenina, mas com muito gosto, para que se angariem os fundos necessários para continuar a fazer o trabalho extraordinário e a ter um impacto muito grande na vida das pessoas que são utentes do centro Luso”.

A noite foi longa e bem animada com muita música dos inesquecíveis ABBA.

Madalena Balça/MS

Redes Sociais - Comentários

Artigos relacionados

Não perca também
Close
Back to top button

 

O Facebook/Instagram bloqueou os orgão de comunicação social no Canadá.

Quer receber a edição semanal e as newsletters editoriais no seu e-mail?

 

Mais próximo. Mais dinâmico. Mais atual.
www.mileniostadium.com
O mesmo de sempre, mas melhor!

 

SUBSCREVER