Desporto

Nadal e Muguruza eleitos campeões do mundo

A Federação Internacional de Ténis elegeu esta sexta-feira os espanhóis Rafael Nadal, líder do “ranking” masculino, e Garbiñe Muguruza, segunda classificada do feminino, como campeões mundiais de 2017.

Esta é a terceira vez que Nadal merece a distinção, ao contrário da sua compatriota, que recebe o galardão pela primeira vez. Há quase 20 anos, mais precisamente desde que os norte-americanos Pete Sampras e Lindsay Davenport foram eleitos campeões mundiais em 1998, que os premiados não eram do mesmo país.

O maiorquino, de 31 anos, é o jogador mais velho a ser distinguido com o título pela entidade que tutela o ténis mundial. Depois de anos atribulados, pautados por lesões, Nadal protagonizou um regresso fulgurante ao topo da hierarquia, ao ampliar o seu recorde de triunfos em Roland Garros, com um décimo troféu, e ao conquistar o seu terceiro cetro no Open dos Estados Unidos.

“Rafa”, que também foi finalista do Open da Austrália e somou seis títulos, tornou-se no mais velho tenista a terminar o ano como número um mundial, desde que o “ranking” ATP foi criado em 1973.

O ano do regresso de Nadal foi o da confirmação de Garbiñe Muguruza, que se sagrou campeã em Wimbledon e terminou o ano na vice-liderança da hierarquia feminina, atrás da romena Simona Halep, depois de ter atingido o topo do “ranking” WTA em setembro.

Em pares, a federação internacional reconheceu a dupla masculina composta pelo polaco Lukasz Kubot e o brasileiro Marcelo Melo, e a feminina, constituída pela recém-retirada suíça Martina Hingis e por Chan Yun-Jan, de China Taipé.

Redes Sociais - Comentários

Artigos relacionados

Back to top button

 

Quer receber a edição semanal e as newsletters editoriais no seu e-mail?

 

Mais próximo. Mais dinâmico. Mais atual.
www.mileniostadium.com
O mesmo de sempre, mas melhor!

 

SUBSCREVER