Lifestyle

Salvador Sobral já tem novo coração

Nem à entrada da sala de operações Salvador Sobral perdeu o sorriso. E mal recebeu a notícia de que havia um coração compatível, o cantor fez três pedidos ao médico Miguel Abecasis, que liderou a equipa de cirurgiões que fez o transplante de coração no Hospital de Santa Cruz, em Carnaxide.

“Pediu-me três coisas: primeiro perguntou-me se eu estava em forma. Eu respondi que sim. Depois perguntou-me se podíamos meter música clássica e finalmente disse-me uma coisa que me sensibilizou muito, desejou-me boa sorte. Esteve sempre calmo e tranquilo”.

O cirurgião estava em casa quando foi contactado pelo hospital. E a sorte estava do lado do jovem cantor, de 27 anos, que em maio deste ano venceu o Festival Eurovisão da Canção. A cirurgia – que durou quatro horas – não podia ter corrido melhor. “A recuperação tem estado a evoluir muito bem. O Salvador está muito animado, muito bem-disposto”, continuou o médico Miguel Abecasis que salientou que as próximas duas semanas são decisivas. “Há uma série de cautelas nos próximos dias. Neste tipo de operações a recuperação é longa, mas vai ter uma vida perfeitamente normal, que é o que queremos”. Segundo o médico, a esperança de sobrevivência é de 85 por cento ao fim de cinco anos. Isto é, 85 por cento dos pacientes transplantados estão vivos ao fim daquele período de tempo.
Salvador já agradeceu à equipa de médicos. “De boa voz”, acrescentou o médico. O irmão de Luísa Sobral foi internado de urgência em meados do mês de setembro e esteve nos Cuidados Intensivos do hospital durante aproximadamente três meses, à espera de um coração compatível. Há cerca de dois meses, Salvador teve um coração disponível com o seu tipo de sangue (B), mas, devido seu estado de saúde, não foi possível concretizar o transplante de forma a garantir a sobrevivência do intérprete português. Ontem, o ex-concorrente de ‘Ídolos’ da SIC recebeu, assim, a melhor prenda de Natal e presente de aniversário da sua vida. Salvador Sobral completa, no próximo dia 28 de dezembro, 28 anos em clima de festa. Medicação para o resto da vida Segundo o médico Miguel Abecasis, que liderou a equipa do Hospital de Santa Cruz que procedeu ao transplante, Salvador Sobral vai ter de tomar medicação para o resto da vida. “Vai ser necessário, mas é perfeitamente normal neste tipo de intervenção”. Em primeiro na lista desde setembro Internado desde meados de setembro, Salvador Sobral foi logo colocado em primeiro lugar na lista de espera por um coração. “Não passou à frente de ninguém, mas devido à gravidade da situação já está à frente na lista”, explicava, na altura, ao CM, o presidente da Fundação Portuguesa de Cardiologia, Manuel Carrageta. Do anonimato ao estrelato Bastaram pouco mais de dois meses para Salvador Sobral saltar do quase anonimato para o estatuto de herói nacional. O jovem estudante de Psicologia, que acabou por abandonar os estudos para se dedicar à música e que até março deste ano não passava de um quase ilustre desconhecido, colocou o país a seus pés quando em maio venceu o Festival Eurovisão da Canção, um feito inédito para Portugal em mais de 50 anos. A própria Assembleia da República acabaria por recebê-lo no hemiciclo debaixo de um forte aplauso. Se é verdade que Salvador já tinha lançado em 2016 o seu primeiro disco de originais, o facto é que a sua vida só começou a mudar quando em março deste ano começou por vencer o Festival RTP da Canção. A viagem até Kiev fez o resto. O cantor arrasou a concorrência na Eurovisão com o tema ‘Amar pelos dois”, escrito pela irmã, Luísa Sobral, e foi recebido por uma enchente no regresso a casa, quando aterrou no aeroporto de Lisboa. Por essa altura já se falava da doença que o afetava, mas Salvador cantou até não poder mais. No dia 8 de setembro despedia-se com um concerto emotivo nos jardins do Casino Estoril.

Redes Sociais - Comentários

Artigos relacionados

Back to top button

 

Quer receber a edição semanal e as newsletters editoriais no seu e-mail?

 

Mais próximo. Mais dinâmico. Mais atual.
www.mileniostadium.com
O mesmo de sempre, mas melhor!

 

SUBSCREVER