Temas de Capa

A quem pertence o nosso chão?

 

 

Olá, bom dia. Mais uma sexta-feira de um novo mês. Vamos lá continuar a girar neste carrossel ao qual chamamos vida. Bem, hoje o tópico é delicado e não sei até que ponto se pode ou não colocar sal na ferida.

Na última semana e não sei porque é que este senhor, pelo qual até nutro algum respeito, se deu ao desplante de se focar neste tema, nesta altura do nosso campeonato. Passo a transcrever para que você Sr. leitor(a) se inteire.

“Em declarações na passada terça-feira à noite à imprensa estrangeira, o Presidente português declarou que o seu país devia assumir os custos da colonização e da escravatura. Já aquando da celebração do 25 de Abril no ano passado, Marcelo Rebelo de Sousa tinha declarado que Portugal devia pedir desculpa pelo seu passado colonial.

Foi num evento na última noite com os jornalistas estrangeiros, que Marcelo Rebelo de Sousa afirmou que Portugal assume responsabilidade total pelos crimes cometidos no passado colonial português. O chefe de Estado português afirma que esses crimes tiveram custos. Custo que, diz o Presidente da República, Portugal tem que pagar. Marcelo Rebelo de Sousa assume que é preciso avaliar a forma como é possível reparar ações que não foram punidas, responsáveis que não foram presos, bens que foram saqueados e que não foram devolvidos. A declaração do Presidente da República de Portugal ganha relevância no momento em que se assinalam os 50 anos do 25 de Abril de 1974, numas comemorações que vão contar com a presença em Lisboa, dos chefes de Estado e de Governo dos países de Língua oficial portuguesa.”

Bem… claro está… muitos destes responsáveis até já nem respiram. Muitos se não todos os bens saqueados já foram ou gastos ou desviados. E nós é que vamos pagar por esse erro?

Cuida este Senhor que o povo português já não tem a corda à volta do pescoço muito, mas muito amarrada? Está a ficar senil. Só pode. O Canadá segue o mesmo rumo. Pagamos impostos e a terra foi, é e sempre será dos indígenas. Então, trabalhamos tanto para quê?

Já não sei o que mais dizer. Estamos a atravessar uma crise político-socio-económica GLOBAL, onde muito, pouco ou nada faz sentido. Afinal, de quem é o nosso chão?

Até mais logo, no Roundtable, onde a falar é que a gente se entende.
Até já,
Cristina

Cristina DaCosta/MS

Redes Sociais - Comentários

Artigos relacionados

Não perca também
Close
Back to top button

 

O Facebook/Instagram bloqueou os orgão de comunicação social no Canadá.

Quer receber a edição semanal e as newsletters editoriais no seu e-mail?

 

Mais próximo. Mais dinâmico. Mais atual.
www.mileniostadium.com
O mesmo de sempre, mas melhor!

 

SUBSCREVER