Comunidade

Santos Silva apresentou Propostas da candidatura do PS em Toronto

O Partido Socialista de Toronto recebeu no passado fim de semana o cabeça de lista pelo círculo de Fora da Europa, Augusto Santos Silva. Na visita, o histórico militante do PS, teve oportunidade de contactar com muitos portugueses residentes na Grande Área de Toronto e em conferência de imprensa disse-nos por que razão os portugueses que não residem em Portugal devem votar nas eleições do seu país de origem – “a razão para os portugueses que vivem fora de Portugal votarem para o Parlamento português, reside justamente no facto de eles serem portugueses e, portanto não perderem a sua cidadania apenas porque vivem fora do seu país.

A Assembleia da República representa todos os portugueses, onde quer que eles vivam. Aliás, o Parlamento português representa a diversidade do país – dos partidos políticos, do sexo, pela Lei da Paridade é preciso haver representação paritária de ambos os sexos, mas também na diversidade dos territórios. Portanto, os direitos que os cidadãos têm por serem portugueses, devem também ser aplicados na representação parlamentar”
Santos Silva estava acompanhado por Vítor Silva, também ele integrante da lista, como membro da comunidade portuguesa que reside no Canadá. Vítor explicou como entende a sua presença na lista e que tipo de trabalho pensa desenvolver para ajudar a estabelecer a ponte entre o Canadá e o Estado português – “como sabem eu sou suplente, não posso dizer o contrário da evidência, no entanto tenho uma responsabilidade de empenho e de transmissão de ideias, porque aqui vivo e tenho uma noção muito completa daquilo que são as realidades da nossa comunidade, o que precisa… e o que vou fazer é passar o máximo de informação possível para Portugal.”
No final, Santos Silva resumiu o que espera dos eleitores do círculo Fora da Europa e o que o PS se propõe fazer em prol de todos os portugueses residentes fora do seu país – “em primeiro lugar pedimos a renovação da confiança. Temos um deputado eleito pelo círculo Fora da Europa, que sou eu próprio, que exerceu o seu mandato como Presidente do Parlamento, representado todos os portugueses, com uma atenção muito particular aos portugueses que vivem fora de Portugal e que exerceu esse mandato com dignidade e prestígio do primeiro até ao último dia. muito. Como sabem o outro deputado de outro partido não pode afirmar o mesmo. Em segundo lugar propomo-nos avançar nas políticas para as comunidades: reforçando os serviços consulares; reforçando os apoios ao associativismo; consolidando o ensino do português no estrangeiro; promovendo mais o investimento da diáspora em Portugal e apoiando programas que nos parecem muito oportunos que se destinam a incentivar a participação dos jovens na vida associativa e combater a violência doméstica.”

MB/MS

Redes Sociais - Comentários

Artigos relacionados

Não perca também
Close
Back to top button

 

O Facebook/Instagram bloqueou os orgão de comunicação social no Canadá.

Quer receber a edição semanal e as newsletters editoriais no seu e-mail?

 

Mais próximo. Mais dinâmico. Mais atual.
www.mileniostadium.com
O mesmo de sempre, mas melhor!

 

SUBSCREVER