Desporto

Liga I e II: FC Porto retoma tradição em Setúbal e o primeiro lugar

O FC Porto demonstrou que a tradição ainda é o que era, ao golear o Vitória de Setúbal (5-0) no Bonfim, para regressar à liderança da I Liga de futebol, em igualdade pontual com o Sporting.
Um ano depois de terem deixado pontos em Setúbal pela primeira vez em 19 anos, os ‘dragões’ retomaram hoje a tradição de se imporem facilmente à equipa da casa, com um festival de golos que anulou a vantagem conquistada provisoriamente pelo Sporting no sábado.
Perante os triunfos dos seus eternos rivais, o FC Porto não podia ter reagido melhor, sobretudo graças à noite inspirada de Vincent Aboubakar. Pedra basilar dos portistas esta temporada, o camaronês assinou um ‘hat-trick’, marcando aos 31 minutos, aos 45+4, de grande penalidade, e aos 69, sendo.
Aboubakar foi coadjuvado pelo parceiro Moussa Marega, com o maliano a ‘bisar’, aos 40 e 82 minutos, e a consolidar um triunfo que permite aos ‘dragões’ retomarem a senda das vitórias, após dois empates.
O FC Porto passa a somar 36 pontos, os mesmos do Sporting, mas com vantagem na diferença de golos, e mais três do que o Benfica. Já o Vitória de Setúbal, que somou a sexta derrota consecutiva em todas as competições e que teve o seu treinador, José Couceiro, expulso por protestos, no lance do primeiro golo, é 16º, com 10 pontos, dois acima da zona de despromoção.
A 14ª jornada serviu para inverter tendências na I Liga; primeiro, o Portimonense, que vinha de uma série de seis encontros sem perder, foi derrotado em casa pelo Desportivo de Chaves, depois Belenenses e Paços de Ferreira empataram para interromperem uma série de três derrotas consecutivas no campeonato.
Em Portimão, a equipa de Vítor Oliveira esteve perto de estender a sua maré positiva, mas uma grande penalidade, convertida por Pedro Tiba, nos descontos (90+4 minutos), ‘entregou’ os três pontos aos flavienses.
Pela primeira vez esta época, o Desportivo de Chaves conseguiu encarreirar quatro jogos sem perder e, assim, subir ao oitavo lugar, com 18 pontos.
Já o Portimonense, com 16, caiu para o 11º lugar, muito por culpa do Belenenses que a jogar em casa, empatou 1-1 com o Paços de Ferreira, um resultado que permitiu a ambas as equipas colocar um ponto final numa série negra de três desaires consecutivos.
O português Pedrinho colocou os pacenses em vantagem aos 44 minutos, com o argelino Hassan Yebda a empatar aos 81. Com este empate, o Belenenses manteve o 10º lugar, com 17 pontos, mais quatro do que o Paços de Ferreira, que é 14º posicionado. Um golo de Hélder Ferreira, no último minuto de descontos, permitiu ao Vitória de Guimarães vencer o Feirense por 1-0, em jogo da 14ª jornada da I Liga de futebol, disputado em Guimarães. Numa altura em que o empate parecia ser o desfecho final do encontro, Hélder Ferreira aproveitou bem uma saída em falso do guarda-redes Caio Secco e, com a baliza deserta, marcou o único golo do jogo, aos 90+5. O triunfo permitiu aos vitorianos alcançar o Rio Ave no sexto posto, ambos com 23 pontos, enquanto o Feirense é 15º com 11.

II Liga: Académico de Viseu recupera a liderança

O Académico de Viseu recuperou, a custo, a liderança da II Liga portuguesa de futebol, perdida para o Famalicão, ao vencer por 2-1 na receção ao Sporting de Braga B, na 16ª jornada da prova.
Os viseenses tiveram de resistir durante quase toda a segunda parte em inferioridade numérica, devido à expulsão de Capela, aos 53 minutos, apenas dois depois de Bruno Loureiro ter marcado o segundo golo da equipa anfitriã.
O Académico de Viseu regressou ao topo da classificação, com um ponto de vantagem sobre o Famalicão, que tinha goleado na véspera em casa o Santa Clara, por 5-2, e três em relação ao FC Porto B, terceiro classificado. Os ‘dragões’, que não poderão ser promovidos à I Liga enquanto a equipa principal disputar o escalão primodivisionário, impuseram-se por 1-0 na receção ao lanterna-vermelha Vitória de Guimarães B, graças a um golo marcado pelo avançado André Pereira, aos 75 minutos. O Leixões poderia ter subido à terceira posição, ultrapassando o FC Porto B, a Académica (quarta) e o Santa Clara (quinto), caso vencesse no estádio do Arouca, mas acabou por perder por 2-1 e, em vez disso, viu o adversário de hoje ficar a apenas um ponto de distância.
O Nacional, oitavo posicionado, e o Penafiel, nono, também falharam a oportunidade de se aproximarem das posições cimeiras, ao empatar 1-1 na receção ao Gil Vicente, e perder por 2-1 no estádio da Oliveirense, respetivamente. O dérbi lisboeta entre as equipas B do Benfica e do Sporting disputou-se no Seixal e terminou com a vitória dos ‘encarnados’, por 2-1, e com os rivais reduzidos a 10 jogadores, devido às expulsões do benfiquista Gedson e do sportinguista Riquicho.

Famalicão – Santa Clara, 5-2
Real Massamá – Académica, 3-4
Sporting da Covilhã – União da Madeira, 2-0
Arouca – Leixões, 2-1
Oliveirense – Penafiel, 2-1
Académico de Viseu – Sporting de Braga B, 2-1
FC Porto B – Vitória de Guimarães B, 1-0
Varzim – Cova da Piedade, 2-2
Benfica B – Sporting B, 2-1
Nacional – Gil Vicente, 1-1

Programa da 17ª Jornada:
Sábado, 16 de dezembro:
Gil Vicente – Académico de Viseu, 6:15 (Sport TV)
Sporting de Braga B – FC Porto B, 10:00
Cova da Piedade – Real Massamá, 10:00
Sporting B – Varzim, 10:00 (Sporting TV)
Vitória de Guimarães B – Benfica B, 10:00
Santa Clara – Oliveirense, 11:00

Domingo, 17 de dezembro:
Leixões – Nacional, 6:15 (Sport TV)
Académica – Sporting da Covilhã, 10:00
Penafiel – Arouca, 10:00
União da Madeira – Famalicão, 11:00.

Redes Sociais - Comentários

Artigos relacionados

Back to top button

 

Quer receber a edição semanal e as newsletters editoriais no seu e-mail?

 

Mais próximo. Mais dinâmico. Mais atual.
www.mileniostadium.com
O mesmo de sempre, mas melhor!

 

SUBSCREVER