Entretenimento

I.N.G.A.P of Italy

A BLAST FROM THE PAST

This week’s article will introduce the reader to one of Italy’s most famous bygone toy era manufacturer. There is no doubt that Italy produced many fine toy designers and manufacturers, but none were more skilled than I.N.G.A.P.

Industria Nazionale Giocattoli Automatici Padova was founded by Tullio Anselmi in 1919 in Padova, Padua, Italy. It originally began manufacturing mechanical type toys, such as vehicles, trains, automobiles, motorcycles and airplanes. They immediately became known for their superior designs, lithography and robust mechanical mechanisms.

Their greatest period of expansion was in 1938, when they provided employment to over 600 persons. Their array of toys flourished at this time and newer toy designs began to immerge, particularly intercommunicating telephone sets, radio-controlled vehicles and other state of the art high technology game systems. New designs included state of the art plastic mould design and construction. This was all a result of a well-organized and equipped workshop, which was staffed by highly innovative, dedicated and loyal personnel. Recovered I.N.G.A.P catalogues from the era reveal that the company offered in excess of 400 different and individual models at that time.

The beginning of World War II hit the company hard and it did not efficiently operate nor was it profitable during this period. Following the War, like in many other countries, I.N.G.A.P too moved away from metal manufacturing and ventured into mould injection plastic. This process was more profitable and greater numbers were able to be produced, and subsequently sold. The company flourished, moral was high, production was at full throttle and profits soared. This new plastic technology allowed the company to produce a vast array of scales, ranging from 1/24 to 1/75. The smaller scales were manufactured between 1958 and 1966. They were very small 1/75 scale and as such cheaply fabricated. This results in these toys being sold in boxed sets, rather than being individually boxed and marketed. The toy cars were very detailed, constructed of brightly coloured plastics, whilst the trucks were crude and really did not resemble any product of the era.

Before the Japanese, in 1951, Antonio Vicentini designed and developed the World’s first radio-controlled car, using the “coherer” as his receiver for the impulse emitted by the transmitter. Simply the “coherer” was a plastic tube inside the vehicle, fitted with a fine metal filing, between two sliver electrodes. Under normal conditions the resistance between the two electrodes is very high, and this causes the electrical conductivity to be virtually nil. Once an electromagnetic wave hits the coherer, the resistance drastically drops, conductivity is increased, current increases when the radio signal is received. Guglielmo Marconi used the coherer to make his famous bell ring. A single electric motor produced by I.N.G.A.P was used to propel and to make the car perform all its movements, which was controlled by a hand-held transmitter.

I.N.G.A.P’s decline commenced in 1964 and eventually culminating in 1972, when all of its assets were purchased by Eurotoys. Today I.N.G.A.P toys are revered and sought after by collectors.

I.N.G.A.P de Itália-italy-mileniostadium
Armando Terra/MS

The following form part of the collection:

  • 1950’S I.N.G.A.P Auto Series 20, collection of 10 cars, ranging from VW Beetle to GM Corvair. Original box with bright crisp graphics, original corner staples and no stains of any kind. C-10 condition.
  • 1930’s I.N.G.A.P Delivery Tricycle “Grandi Magazzini”, clockwork movement, tin and composite material made driver. Original condition, untouched and unfinished in any way. C-7 condition with minor paint abrasions and light pitting.
  • 1930’s I.N.G.A.P “771” Civilian Motorcycle, clockwork movement, 8” in length, very bright lithography and 98% of original paint. All tin construction in C-9 condition.
  • 1930’s I.N.G.A.P “560” Tin Motorcycle with side car and I.N.G.A.P “620” Civilian Rider. Both with original clockwork motors and fixed wind-up keys. Original and excellent condition (C-8) with very minimal playwear. Very bright litho with no corrosion of any kind.

Armando Terra/MS


  • em Português
I.N.G.A.P de Itália-italy-mileniostadium
Armando Terra/MS

I.N.G.A.P de Itália

O artigo desta semana irá apresentar o leitor a um dos mais famosos fabricantes italianos da distante era do brinquedo. Não há dúvida de que a Itália produziu muitos desenhadores e fabricantes de brinquedos finos, mas nenhum era mais hábil do que o I.N.G.A.P.

A Industria Nazionale Giocattoli Automatici Padova foi fundada por Tullio Anselmi em 1919 em Pádua, Itália. Começou originalmente a fabricar brinquedos do tipo mecânico, tais como veículos, comboios, automóveis, motociclos e aviões. Tornaram-se imediatamente conhecidos pelos seus desenhos superiores, litografia e mecanismos mecânicos robustos. O seu maior período de expansão foi em 1938, quando deram emprego a mais de 600 pessoas.

A sua gama de brinquedos floresceu nesta altura e novos designs de brinquedos começaram a imergir, particularmente aparelhos telefónicos intercomunicantes, veículos controlados por rádio e outros sistemas de jogos de alta tecnologia de ponta.

Novos designs incluíram o design e construção de moldes de plástico de última geração. Tudo isto foi o resultado de uma oficina bem organizada e equipada, que contava com pessoal altamente inovador, dedicado e leal. Os catálogos recuperados da I.N.G.A.P. da época revelam que a empresa oferecia mais de 400 modelos diferentes e individuais naquela época.

O início da Segunda Guerra Mundial atingiu duramente a empresa e esta não funcionou eficazmente nem foi rentável durante este período. Após a Guerra, como em muitos outros países, a I.N.G.A.P. também se afastou do fabrico de metal e aventurou-se a transformar o plástico através da moldagem por injeção. Este processo foi mais rentável e foi possível produzir um maior número, e posteriormente vender. A empresa floresceu, o moral era alto, a produção estava a todo o vapor e os lucros dispararam. Esta nova tecnologia do plástico permitiu à empresa produzir uma vasta gama de balanças, variando de 1/24 a 1/75. As balanças de menor dimensão foram fabricadas entre 1958 e 1966. Eram escalas muito pequenas de 1/75 e, como tal, fabricadas a baixo custo. Isto fez com que estes brinquedos fossem vendidos em conjuntos de caixas, em vez de serem embalados e comercializados individualmente. Os carros de brinquedo eram muito detalhados, construídos com plásticos de cores vivas, enquanto os camiões eram em bruto e realmente não se assemelhavam a nenhum produto da época.

Antes dos japoneses, em 1951, Antonio Vicentini concebeu e desenvolveu o primeiro carro controlado por rádio do mundo, utilizando o “coerente” como seu recetor para o impulso emitido pelo transmissor. O “coesor” era simplesmente um tubo de plástico no interior do veículo, equipado com uma fina lima de metal, entre dois elétrodos de fita. Em condições normais, a resistência entre os dois elétrodos é muito elevada, e isto faz com que a condutividade elétrica seja virtualmente nula. Quando uma onda eletromagnética atinge o coesor, a resistência cai drasticamente, a condutividade aumenta, a corrente aumenta quando o sinal de rádio é recebido. Guglielmo Marconi usou o coesor para fazer tocar a sua famosa campainha. Um único motor elétrico produzido pela I.N.G.A.P. foi utilizado para impulsionar e fazer o carro executar todos os seus movimentos, o qual foi controlado por um transmissor manual.

O declínio da I.N.G. A.P. começou em 1964 e acabou por culminar em 1972, quando todos os seus ativos foram adquiridos pela Eurotoys. Atualmente, os brinquedos da I.N.G.A.P. são venerados e procurados por colecionadores.

Fazem parte da coleção os seguintes itens:

  • 1950’S I.N.G.A.P Auto Series 20, coleção de 10 carros, que vão desde o Fusca VW até ao GM Corvair. Caixa original com gráficos brilhantes, agrafos de canto originais e sem manchas de qualquer tipo. Condição C-10.
  • Triciclo de entrega I.N.G.A.P. dos anos 30 “Grandi Magazzini”, movimento de relógio, condutor feito de estanho e material composto. Estado original, intocado e inacabado de qualquer forma. Condição C-7 com pequenas abrasões de tinta e corrosões ligeiras.
  • Motos civis I.N.G.A.P. “771” dos anos 30, movimento de relógio, 8” de comprimento, litografia muito brilhante e 98% da tinta original. Toda a construção em lata no estado C-9.
  • 4) Motos de lata I.N.G.A.P. “560” dos anos 30 com carro lateral e I.N.G.A.P. “620” Civil Rider. Ambos com motores de relógio originais e chaves de guincho fixas. Original e em excelente estado (C-8) com pouco uso. Litografia muito brilhante, sem qualquer tipo de corrosão.

Armando Terra/MS

Redes Sociais - Comentários

Artigos relacionados

Back to top button

 

Quer receber a edição semanal e as newsletters editoriais no seu e-mail?

 

Mais próximo. Mais dinâmico. Mais atual.
www.mileniostadium.com
O mesmo de sempre, mas melhor!

 

SUBSCREVER