ViagensBlog

O agosto dos nossos emigrantes

É em agosto que Portugal se renova, com o espírito, com a cor da alegria das vozes de quem chega com a sua bagagem após longas horas de voo, ou de condução, vindos dos mais próximo, aos mais longínquos países, mas que depois de um ou mais anos na diáspora, chegam de novo a terras lusas. São os nossos emigrantes que regressam de vários países da Europa, Estados Unidos, Canadá, América do Sul, África.

O agosto dos nossos emigrantes-acores-mileniostadium
Praias Costa Vicentina – Alentejo – Créditos: DR

Salpicando muitos destinos pelo mundo, levam consigo os nossos dizeres, saberes, sabores, alavancam com o seu esforço e dedicação as economias de tantos e tantos países, mas sem nunca esquecer o dia desse regresso a casa, à rua onde viveram, às famílias, aos amigos, às terras das quais reconhecem até o cheiro!

O agosto dos nossos emigrantes-acores-mileniostadium
Barragem da Caniçada no Minho – Créditos: DR

Agosto é o mês privilegiado para este regresso. As vilas e aldeias, ainda que limitadas pelos tempos que vivemos, engalanam-se e festejam a sua chegada. As autoestradas, as estradas nacionais, os caminhos, as vielas, veem passar as matrículas francesas, suíças, luxemburguesas, alemãs, espanholas, num percorrer de destinos até chegar para acabar com tamanhas saudades.

O agosto dos nossos emigrantes-acores-mileniostadium
Ponta da Piedade – Lagos – Créditos: DR

Os restaurantes multiplicam as esplanadas, agora, porque assim é obrigatório, as mesas estendem-se até debaixo daquela árvore de fruto que nunca pensou ser sombra para mesa de restaurante, mas que quantas mais, mais poderão ali desfrutar da sardinha assada, do leitão, do cabrito, da cataplana de marisco, da chanfana, do peixe-espada preto, das cracas, afinal, de uma imensidão de prazeres que só no sítio certo sabem ao que verdadeiramente são.

O agosto dos nossos emigrantes-acores-mileniostadium
Miradouro Cabo Girão – Ilha da Madeira – Créditos: DR

Do Minho ao Algarve as gentes agitam-se, confundem-se com alguns turistas, agora poucos. Procuram visitar a família, os amigos. Descansar uma tarde numa praia fluvial, que as há, magníficas, com águas cristalinas e envolvimento paisagístico único. Fazer até alguns dias de praia, rezar em agradecimento nos mais diversos locais de culto.

Tiram-se fotos com os amigos de sempre, com a família reunida nos dias quentes de agosto com um copo de branco fresco, de espumante da Bairrada, de verde lá bem do Norte, servido em malga de louça, ou até com um balão de Gin produzido no Alentejo. Brinda-se a este, e ao regresso no próximo ano!

O agosto dos nossos emigrantes-acores-mileniostadium
Praias Costa Vicentina – Alentejo – Créditos: DR

As paisagens do São Bentinho da Porta Aberta, da Barragem da Caniçada, do Bom Jesus de Braga, da Ponte D. Luís no Porto, dos moliceiros de Aveiro, da encantadora Serra da Estrela, sem a neve de inverno, nua no verão, e por isso tão bela, do Mondego e seus amores, em Coimbra (terra de Saber, do Fado de Coimbra e da mais bela história de amor, D. Pedro e Inês de Castro) do Santuário de Fátima onde a 13 de agosto se celebra a missa em honra dos emigrantes, do Castelo dos Mouros em Lisboa, das Portas de Sol em Santarém, do Templo de Diana em Évora, da Torre do Castelo de Beja, da Sé de Faro, das praias quentes do Algarve, das maravilhosas grutas da Ponta da Piedade em Lagos, da encantadora praia de Benagil, das praias belas e ainda quase intocáveis do litoral alentejano, conhecida como Costa Vicentina, do Cabo da Roca, o ponto mais ocidental da Europa, até à Nazaré com o seu canhão gigante, onda gigante que já correu mundo nas redes sociais dos amantes de surf.

O agosto dos nossos emigrantes-acores-mileniostadium
Praia fluvial de Piódão – Créditos: DR

A lagoa das Sete Cidades, as Furnas, na ilha de São Miguel, as piscinas naturais dos Biscoitos, na ilha Terceira, a ilha do Pico, ponto mais alto de Portugal, fotografado da ilha do Faial, a Furna do Enxofre na ilha Graciosa, o miradouro do Cabo Girão na ilha da Madeira, a magnífica praia dourada da ilha de Porto Santo, tantas são as fotos que percorrem mundo em segundos nas redes sociais.

São os nossos emigrantes a encherem o peito de ar, de alegria, de satisfação e de muito de orgulho neste nosso belo Portugal.

A todos vós, OBRIGADA por voltarem um e muitos dias. 

Luísa Silva Geraldes/MS

Redes Sociais - Comentários

Artigos relacionados

Back to top button

 

Quer receber a edição semanal e as newsletters editoriais no seu e-mail?

 

Mais próximo. Mais dinâmico. Mais atual.
www.mileniostadium.com
O mesmo de sempre, mas melhor!

 

SUBSCREVER