Saúde & Bem-estarBlog

Merecido descanso

Merecido descanso-saude-mileniostadium
Créditos: DR

Se em condições normais a população mundial já sofria deste mal, a pandemia provocada pela Covid-19 veio tornar a situação ainda pior. Tanto que até já foi criado um termo: “coronasomnia”. Falo-vos de insónias, que durante este último ano registaram um aumento significativo, consequência do stress provocado pela pandemia – são meses e meses de distanciamento social, alteração de rotinas diárias, incerteza, medo e, para muitos, o fim de carreiras profissionais e até de relações pessoais. A título de exemplo, em Portugal, e segundo um estudo da DECO PROTESTE, de uma amostra de 940 indivíduos, a percentagem de pessoas que assume passar as noites em claro passou de sete para 17 por cento, no período pré e pós-Covid, respetivamente.

Quem sofre de insónias sabe o quão desesperante é querer – e precisar realmente de – descansar e simplesmente não conseguir. A mente não coopera, o corpo não consegue relaxar… E seguem-se horas e horas de “vira e revira” na cama, ao mesmo tempo que a ansiedade aumenta. A dificuldade em adormecer ou as noites mal dormidas podem ter fortes impactos na nossa saúde  a longo prazo – depressão, diabetes e obesidade são apenas alguns exemplos. Torna-se então importante recorrermos a hábitos, técnicas ou a simples “truques” que nos ajudem a ter uma melhor e mais tranquila noite de sono. 

ALGUNS TRUQUES

Ouvir o nosso corpo

Antes de qualquer outra coisa temos que aprender a ouvir o que o nosso corpo nos diz: e se ele nos dá a entender que estamos cansados e com sono, temos mesmo que ir para a cama! Acontece que, ao invés disso, muitas vezes contrariamos este “pedido”, bebendo um café para despertarmos e conseguirmos terminar aquela tarefa que ficou por fazer durante o dia, por exemplo. 

Técnica 4-7-8

É uma técnica bastante simples, que promete fazer com que o sono – até mesmo o mais teimoso – chegue em apenas 60 segundos! Criado pelo Dr. Andrew Weil, este pequeno “truque” é, na realidade, uma técnica de respiração – um exercício inspirado na yoga e que não requer qualquer tipo de equipamento – que irá agir como um calmante, reduzindo o stress e a tensão corporal.

  1. Fiquem então com o passo a passo:
  2. Coloquem a ponta da língua no céu da boca, mantendo-a nesse local durante todo o exercício
  3. Expirem apenas pela boca
  4. Fechem a boca e inspirem devagar, contando até quatro
  5. Segurem o ar e contem até sete
  6. De forma suave, expirem pela boca durante oito segundos
  7. Voltem a inspirar e repitam o processo mais três vezes

Atenção ao que comem!

Existem certos alimentos que podem estar a atrapalhar o processo de termos uma boa noite de sono. Alguns exemplos incluem as pastilhas elásticas de menta, que podem agir como um estimulante, fast food – que, como é rica em gorduras, demora mais tempo a ser digerida -, comidas mais picantes, também elas de digestão mais difícil e pouco (ou nada) relaxantes, algumas bebidas ácidas, como o sumo de laranja, que podem causar refluxo, café e chá preto.

O cenário perfeito

É também de extrema importância que o nosso quarto seja um espaço adequado a um descanso de qualidade: e isso inclui ser escuro, silencioso e com uma temperatura amena. Além disso, é de evitar ter televisão, computador ou outros equipamentos que nos possam distrair/preocupar. Depois existem também outros elementos que podem ou não ser incluídos – dependendo se nos ajudam a relaxar -, tais como música, aromas (umas gotas de óleo essencial de lavanda na almofada ou fronha, por exemplo) ou meditação guiada para indução do sono! 

Inês Barbosa/MS

Redes Sociais - Comentários

Artigos relacionados

Não perca também
Close
Back to top button

 

Quer receber a edição semanal e as newsletters editoriais no seu e-mail?

 

Mais próximo. Mais dinâmico. Mais atual.
www.mileniostadium.com
O mesmo de sempre, mas melhor!

 

SUBSCREVER