Saúde & Bem-estar

Devaneios de verão

Enfim, o verão! E você que mora no Canadá sabe muito bem que é piscar para o frio retornar. Ou seja, o tempo voa quando o clima é agradável e convidativo. Pois bem, sabendo disso, é bom não perder tempo! Cada fim de semana é uma grata oportunidade de sair de casa e respirar ar puro, sentir os raios de sol e se nutrir de vitamina D natural, ouvir o barulho dos pássaros, usar roupas leves. Durante a semana também vale, afinal de contas, começa a escurecer perto das nove da noite. E após o trabalho, dar uma corridinha, fazer uma caminhada, ir à praia de lago e sair pra conversar com os amigos são opções diárias para aproveitarmos esse presente que o verão traz consigo. 

Devaneios de verão-saude-mileniostadium
Crédito: DR.

Eu vim de um país em que faz sol o ano inteiro e nunca dei importância a isso.  Hoje, valorizo o curto espaço de tempo em que temos o sol e o calor aqui, nesse período do ano que tanto me lembra o Brasil. 

Assim como nas polaridades das estações do ano, às vezes, na vida,  passamos por invernos internos que parecem  congelar os sentimentos, as aspirações e nos paralisam. E quando retornamos à calidez dos nossos verões particulares, valorizamos o que temos, o que somos e o que almejamos. Os sabores se tornam  especiais, as cores e tudo o que nos cerca tem um colorido e brilho que nos deixam mais propensos a criar e a viver de forma mais intensa. Passamos a  apreciar os acontecimentos  de uma forma tão concreta e verdadeira que se tornam atemporais, ficando para sempre guardados num espacinho da memória e do coração, e, sempre que necessário, podem ser resgatados.

Gosto de fazer essa analogia entre os nossos humores com as estações do ano. Assim como as estações não duram para sempre, os eventos da vida também não são estáticos. A vida como um todo é impermanente. O dia que compreendermos isso e valorizarmos tudo o que vivenciamos, vamos aprender a extrair aprendizado até daquilo que aparentemente é ruim.

Passamos a vida sempre querendo algo que nunca chega. É a casa dos sonhos, o carro do ano, o primeiro filho, o trabalho maravilhoso, o parceiro ou parceira perfeitos! E por isso, sofremos! É como se vivêssemos um inverno eterno. 

Criamos sempre a tal da expectativa, sem perceber fatos importantes que passam diante dos nossos olhos. Quanto desperdício de vida! Penso que essa  expectativa nos afasta da possibilidade de viver intensamente o momento presente. De compreender que “há tempo para tudo nessa vida”. 

Por isso, eu tenho um feeling  de que, cada vez mais, eu preciso parar de planejar tanto e deixar que as mudanças das minhas estações internas aconteçam. Quero tatear mais a minha realidade presente e ver as cores lindas dela.  Agora, com licença que eu vou curtir uma linda paisagem passando na janela do metrô. O verão chegou! 

Adriana Marques/MS

Redes Sociais - Comentários

Artigos relacionados

Back to top button

 

Quer receber a edição semanal e as newsletters editoriais no seu e-mail?

 

Mais próximo. Mais dinâmico. Mais atual.
www.mileniostadium.com
O mesmo de sempre, mas melhor!

 

SUBSCREVER