Saúde & Bem-estarBlog

Delicioso e saudável: já tomou café hoje?

Delicioso e saudável-saude-mileniostadium
Créditos: DR

Quem cultiva o hábito de tomar café diariamente ingere uma vasta série de nutrientes. Destacam-se, entre eles, a cafeína – famosa pelo seu efeito estimulante, que dá aquela energia extra ao organismo. 

Além disso, o grão do café é riquíssimo em compostos antioxidantes, vitaminas e minerais que trazem diversos benefícios e podem mesmo prevenir doenças. Mas como, exatamente? Vamos descobrir!

Faz bem ao coração

Uma pesquisa realizada com 140 mil pessoas pela Escola de Saúde Pública da Universidade de Harvard, nos EUA, mostrou que quatro doses diárias de café diminuem em até 11% o risco de insuficiência cardíaca, uma condição em que o coração não consegue bombear o sangue adequadamente. Os responsáveis por esse benefício são os polifenóis da bebida, que combatem os radicais livres no organismo.

Rico em antioxidantes

Sabia que o café apresenta mais atividade antioxidante do que o chá e até o cacau? Diversos estudos citam o café como uma fonte fundamental e mesmo principal de uma dieta rica em antioxidantes. Mais à frente vamos compreender como estes nutrientes são tão valiosos para a saúde.

Melhora a nossa condição física

Quando a cafeína entra na corrente sanguínea, ela atua como uma espécie de combustível. Uma boa forma de dar um gás extra no seu desempenho físico é tomar um café cerca de uma hora antes do treino ou atividade física.

Reduz o risco de Alzheimer e Parkinson

Quem consome café tem menor probabilidade de sofrer destas doenças, mais tarde na vida. Pessoas com Parkinson sofrem devido a uma degeneração dos neurónios que causa incapacidade de controlo dos movimentos. O café pode tanto prevenir como amenizar esses sintomas, de acordo com o Instituto de Pesquisa da Universidade McGil, no Canadá. Cerca de 60 pacientes ingeriram duas chávenas de café por dia e apresentaram melhoras na coordenação motora. A justificação é que o café contribui para o funcionamento do neurotransmissor dopamina, que diminui os sintomas da doença. Incrível não é?

Aumenta a felicidade

O café é famoso pelo seu efeito de melhorar o nosso estado de humor, um efeito que acontece graças aos antioxidantes. Há diversos estudos que relacionam o consumo do café com a diminuição dos sintomas da depressão devido a estes pequenos componentes. Um estudo da Escola de Saúde Pública de Harvard (EUA) mostrou que as mulheres que bebiam de duas a três chávenas de café por dia diminuíram em até 15% o risco de depressão. Ao todo, foram analisadas 50 mil mulheres.

Longevidade

Quem não quer viver mais tempo? De acordo com estudos médicos, as pessoas que tomam café vivem mais prolongadamente, considerando que são menos suscetíveis a problemas de saúde como doenças cardíacas. Isso ocorre ainda devido, mais uma vez, aos antioxidantes, que são fundamentais para a renovação celular. O Instituto Nacional do Cancro (EUA) concluiu que homens que bebem de três a quatro chávenas de café por dia têm um aumento de 10% na expectativa de vida. Nas mulheres o número sobe para 13%.

Reduz o risco de diabetes

O consumo moderado do café diminui a glicemia no sangue de pessoas com diabetes. Numa pesquisa com cerca de 200 mil pessoas nos EUA, Europa e Ásia, comprovou-se uma redução de 35% no risco do surgimento de diabetes de quem consumia pelo menos duas chávenas da bebida por dia. O café, tanto o normal quanto o descafeinado, possuem ácido clorogénico, que aumenta a sensibilidade da insulina. O magnésio presente no café também desencadeia a mesma ação.

Ajuda a perder peso

O café acelera o metabolismo e a queima de gordura. De acordo com um estudo publicado no International Journal of Sports Nutrition e no Scandinavian Journal of Medicine and Science in Sports, a queima de gordura ocorre devido à ativação do sistema nervoso simpático e a oxidação lipídica. A cafeína aumenta os níveis de adrenalina no sangue, que dilui as células de gordura e liberta-as para a corrente sanguínea. O efeito termogénico também é bastante apontado.

Previne o cancro

Há diversas evidências científicas que comprovam a eficácia do café para diferentes tipos de cancro. O Instituto di Ricerche Farmacologiche Mario Negri, em Itália, divulgou numa análise que ocorreu uma redução de 41% do desenvolvimento do cancro de fígado em pessoas que bebem café em relação às que não consomem a bebida. Estudos mais recentes têm demonstrado que o consumo moderado de café pode reduzir em 18% o risco de cancro. Acredita-se que esse benefício ocorre devido à presença dos famosos antioxidantes.

Reduz o risco de AVC

Estudos sugerem que beber café regularmente diminui o risco de acidente vascular cerebral. O Nurses Health Study fez uma pesquisa com mais de 83 mil mulheres e mostrou que o consumo regular de café estava associado a uma redução no risco de derrame, devido ao efeito antioxidante da bebida.

Como obter os melhores resultados?

A maneira eficaz de obter os benefícios do café é moendo os grãos imediatamente antes do consumo. Evite adicionar açúcar. O método de preparo também influencia nos benefícios. É que, além de muitos nutrientes bons, o café também contém substâncias que queremos evitar, como o cafestol e o caveol, que elevam os níveis de colesterol no sangue.

Coado: O café moído é colocado num filtro de papel ou pano. Depois, deita-se água quente por cima. Desta forma, as substâncias indesejáveis ficam retidas no filtro e a sua bebida saudável.

Espresso: A água passa a 90°C e o café ganha um maior teor de compostos bioativos e antioxidantes. No entanto, por não ser coado, não impede as substâncias que elevam o colesterol.

Instantâneo: É a forma mais prática de preparar o café, mas também é um produto mais processado. Costuma ter mais cafeína e antioxidantes.

É importante lembrar que algumas pessoas podem não beneficiar do café. Nas mulheres grávidas a cafeína pode interferir numa substância chamada adenosina, importante para a formação do bebé. Quem tem gastrite também deve evitar, pois a cafeína estimula a secreção gástrica e causa desconforto no estômago. A cafeína pode ainda atrapalhar o sono e agravar problemas de ansiedade. Neste caso opte pelo descafeinado, que continua a trazer todos os benefícios!

Telma Pinguelo/MS

Redes Sociais - Comentários

Artigos relacionados

Não perca também
Close
Back to top button

 

Quer receber a edição semanal e as newsletters editoriais no seu e-mail?

 

Mais próximo. Mais dinâmico. Mais atual.
www.mileniostadium.com
O mesmo de sempre, mas melhor!

 

SUBSCREVER