Lifestyle

As mais emblemáticas árvores de Natal do Mundo

Conheça cinco das árvores de Natal mais emblemáticas do Mundo.

Gubbio, Itália. A maior do Mundo

(Foto: Paolo Tosti/AFP via Getty Images)

Situada na encosta do Monte Ingino, com vista para a cidade medieval de Gubbio, a árvore é composta por luminárias que fazem um efeito cromático único. Ao todo tem 950 luzes: 250 amarelas para compor a estrela no topo, 300 verdes para criar o recorte e 400 multicoloridas para a preencher e decorar. A instalação cobre uma área equivalente a mais de 15 campos de futebol. Permanece acesa durante toda a quadra e é desativada após a epifania. Criada por um grupo de voluntários do município, é reconhecida pelo Livro do Guinness, desde 1991, como a maior árvore de Natal do Mundo.


Paris, França. Magnifique todos os anos

(Foto: Bertrand Guay/AFP)

Desde 1976 que a inauguração da árvore de Natal sob a majestosa cúpula bizantina das Galeries Lafayette é uma das principais atrações da Cidade Luz. Tradição que nem a pandemia quebrou. Este ano, foi decidido que a decoração iria reconectar-se com a literatura, decorridos 80 anos dos escritos de Colette. Assim, convidou a romancista Claire Castillon para criar um novo conto: “Planeta Sapin”. Ilustrada por Florent Chavout, a obra conta a história de Nordmann, morador de Elato, o planeta dos abetos selvagens, que é enviado à Terra para salvar o Natal da pequena Annie, após o pai ter decidido que não iria comemorar a data.


Nova Iorque, EUA. O must-see americano

(Foto: Roy Rochlin/Getty Images)

O relato que dá início à tradição remonta a 1931. Os trabalhadores que esperavam no local de construção do Rockefeller Center para obter o cheque de pagamento durante a Grande Depressão começaram a decorar um pinheiro que ali existia. O momento tornou-se símbolo de esperança. Mas o fenómeno só começou oficialmente em 1933 (quando o complexo foi inaugurado). Hoje, a árvore é decorada com mais de 50 mil luzes LED e a fiação elétrica tem mais de oito quilómetros. Por norma, o pinheiro norueguês escolhido é doado à cidade. Este ano, após cumprir o seu papel, o abeto será cortado e a madeira doada para a construção de habitações sociais.


São Paulo, Brasil. Todo o mundo feliz

(Foto: Divulgação/Prefeitura SP)

Há muito que a árvore da capital paulista se tornou um ponto turístico nesta quadra. Montada pela primeira vez em 2002, no Parque Ibirapuera, tinha 50 metros de altura. Mas chegou aos 70 em 2008 e 2009. Para evitar aglomerações durante a pandemia, foi erguida, provisoriamente nestes últimos dois natais, na Ponte Estaiada. Porém, há uma semana, foi inaugurada num novo local, o Parque Villa-Lobos. Ao que parece, houve um conflito entre patrocinadores e prefeitura, daí a mudança de espaço. A ligação das luzes da estrutura de 52 metros de altura por 22,2 de diâmetro contou com a participação da cantora Fafá de Belém.


Banguecoque, Tailândia. Espetáculo à beira-rio

(Foto: Diego Azubel/EPA)

O empreendimento ICONSIAM, na margem oeste do rio Chao Phraya, em Banguecoque, inclui um dos maiores centros comerciais da Ásia, sendo, por isso, um dos locais mais atrativos para turistas daquela região. Este ano, para marcar a abertura do país após as restrições pandémicas dos últimos dois anos, a orla está longamente iluminada e conta com uma árvore de Natal de 20 metros, decorada com lâmpadas cuja energia é proveniente de painéis solares. O abeto é ainda inspirado na peça central de Bai Sri Soo Kwan, um ritual tailandês destinado a invocar as bênçãos dos bons espíritos.

Redes Sociais - Comentários

Artigos relacionados

Back to top button

 

Quer receber a edição semanal e as newsletters editoriais no seu e-mail?

 

Mais próximo. Mais dinâmico. Mais atual.
www.mileniostadium.com
O mesmo de sempre, mas melhor!

 

SUBSCREVER