Lifestyle

Após suspensão no Twitter e Instagram, Kanye West vai comprar a rede social Parler

kanye-west-redes-sociais-milenio-stadium.jpg
(FILES) In this file photo taken on February 9, 2020 Kanye West attends the 2020 Vanity Fair Oscar Party following the 92nd annual Oscars at The Wallis Annenberg Center for the Performing Arts in Beverly Hills. – Instagram and Twitter said they have restricted the accounts of US rapper Kanye West over posts slammed as anti-Semitic. A spokeswoman for Twitter told AFP on October 9, 2022 that West’s account was locked due to a violation of the social media platform’s policies. (Photo by Jean-Baptiste Lacroix / AFP)

 

A rede social Parler revelou, nesta segunda-feira, que Kanye West anunciou a sua intenção de comprar a plataforma, que ganhou popularidade entre os conservadores americanos próximos do ex-presidente Donald Trump.

“Num mundo em que as opiniões conservadoras são consideradas controversas, temos de garantir o direito de nos expressarmos livremente”, disse o rapper, que mudou legalmente o seu nome para Ye, na declaração da Parler.

“Este acordo vai mudar o mundo, e mudar a forma como o mundo pensa sobre a liberdade de expressão. O Ye está a dar um passo pioneiro para o espaço da liberdade de expressão nos meios de comunicação social e nunca mais terá de recear ser afastado dos meios de comunicação social”, escreveu George Farmer, CEO da Parler.

A decisão surge depois de o rapper norte-americano ter sido banido do Instagram e Twitter, por antissemitismo.

Redes Sociais - Comentários

Artigos relacionados

Back to top button

 

Quer receber a edição semanal e as newsletters editoriais no seu e-mail?

 

Mais próximo. Mais dinâmico. Mais atual.
www.mileniostadium.com
O mesmo de sempre, mas melhor!

 

SUBSCREVER