Entretenimento

Beyoncé faz história com atuação no festival Coachella

O Coachella será sempre conhecido como Beychella depois do último fim de semana.

A apresentação de Beyoncé foi literalmente um homecoming [evento tradicional das instituições de ensino norte-americanas] inspirado nas faculdades e universidades historicamente negras, com direito a banda marcial e orquestra, 200 dançarinos e mensagens gritantes de excelência negra, feminismo e autoconfiança. Mais que isso, a atuação no festival, a primeira desde que deu as boas-vindas aos gémeos Sir e Rumi Carter, assinalou um momento histórico – para o evento e a título pessoal.

Durante a performance de quase duas horas, cujo alinhamento teve um total de 26 músicas, a artista fez vibrar o público ao som de grandes êxitos da carreira, incluindo ‘Sorry’, ‘Crazy in Love’, ‘Flawless’ e ‘Drunk in Love’. Beyoncé contou ainda com o apoio de convidados especiais em palco, nomeadamente o marido, JAY-Z, a irmã mais nova, Solange, e as suas colegas no grupo Destiny’s Child, Kelly Rowland e Michelle Williams, com quem levou o público numa viagem nostálgica por sucessos memoráveis de meados dos anos 90 e início dos anos 2000, como ‘Say My Name’,” ‘Soldier’ e ‘Lose My Breath’.

Redes Sociais - Comentários

Artigos relacionados

Back to top button

 

Quer receber a edição semanal e as newsletters editoriais no seu e-mail?

 

Mais próximo. Mais dinâmico. Mais atual.
www.mileniostadium.com
O mesmo de sempre, mas melhor!

 

SUBSCREVER