Uncategorised

União Europeia inclui 17 países na lista negra de paraísos fiscais

Entre os países/territórios que constam do documento estão: Samoa Americana, Bahrein, Barbados, Granada, Guão, Coreia do Sul, Macau, Ilhas Marshall, Mongólia, Namíbia, Palau, Panamá, Santa Lúcia, Samoa, Trindade e Tobago, Tunísia e Emirados Árabes Unidos.

União Europeia criou uma ‘lista negra’ de 17 países que falharam na aplicação de medidas suficientes contra esquemas de evasão fiscal e de offshores, mesmo depois de 10 meses de conversações com a comunidade única.

A lista engloba 17 estados – inicialmente foi noticiado que seriam apenas 11 – e foi divulgada esta terça-feira na sequência da reunião dos ministros das Finanças da União Europeia. As jurisdições são vistas pelo bloco europeu como não cooperativas em questões fiscais.

Entre os países/territórios que constam do documento estão: Samoa Americana, Bahrein, Barbados, Granada, Guão, Coreia do Sul, Macau, Ilhas Marshall, Mongólia, Namíbia, Palau, Panamá, Santa Lúcia, Samoa, Trindade e Tobago, Tunísia e Emirados Árabes Unidos.

“Queremos que esta lista seja completa e eficaz. Nenhum estado deve escapar às responsabilidades se não combater eficazmente a evasão fiscal”, disse aos jornalistas o ministro das Finanças francês, à entrada da reunião. “[A lista] tem de ser eficaz, o que quer dizer que tem de nos permitir imprimir sanções para quem não respeite as regras mude o seu comportamento”, explicou Bruno Le Maire, sem especificar quais poderão ser as sanções.

Redes Sociais - Comentários

Artigos relacionados

Back to top button

 

Quer receber a edição semanal e as newsletters editoriais no seu e-mail?

 

Mais próximo. Mais dinâmico. Mais atual.
www.mileniostadium.com
O mesmo de sempre, mas melhor!

 

SUBSCREVER