Temas de Capa

VOX POP

telemóveis

Nellie S. – 56 anos

O que é um telemóvel para si? Apenas um aparelho para fazer telefonemas?
Não, nem pensar. Para mim o telemóvel é muito mais que isso. Olhe é com a ajuda do telemóvel que tomo conta da minha vida. Agenda, documentos importantes, fotos dos últimos 10/15 anos… tudo.

Quando está com o telemóvel perde noção do tempo?
Por vezes sim, mas faço um esforço, para cada vez mais ter tempos do meu dia em que nem lhe toco. Sabe às tantas percebi que, de facto, estava um pouco viciada e não gostei nada dessa sensação.

Às refeições e quando se deita o telemóvel está sempre consigo e ligado?
Às refeições não e não gosto que os meus filhos tenham os telemóveis com eles nessa hora, porque há sempre a tentação de olhar e perde-se a oportunidade de conversarmos. Ao deitar confesso que levo o telemóvel comigo, mas isso é porque ponho o despertador (risos). Mas não cama não olho para nada do telemóvel, só vejo as horas de vez em quando.

Acha que o telemóvel pode ser já uma dependência na sua vida?
Como lhe disse houve uma altura em que sim, mas eu apercebi-me e travei a tempo. Agora controlo-me muito.
Concorda com a proibição de telemóveis nas salas de aula do Ontário?
Completamente! Isso até acho uma falta de educação dos miúdos. Eles estão lá é para aprender, para estarem atentos ao que os professores dizem.

 

Filipe Costa – 37 anos

O que é um telemóvel para si? Apenas um aparelho para fazer telefonemas?
Sou profissional da área de IT e o telemóvel, para mim é mais uma ferramenta de trabalho, para além do computador ou portátil… além de ser uma companhia também para os tempos livres.

Quando está com o telemóvel perde noção do tempo?
Está falar de estar nas redes sociais? Às vezes, sim, mas a verdade é que entre a vida profissional e familiar não sobra muito tempo, sabe tenho três filhos que precisam de mim em vários aspetos.

Às refeições e quando se deita o telemóvel está sempre consigo e ligado?
Sempre! Nem deixo o telemóvel ficar sem bateria – está sempre ligado.

Acha que o telemóvel pode ser já uma dependência na sua vida?
De certo modo sim, fico ansioso se estou a ficar sem bateria e não tenho o carregador comigo, por exemplo. E se me esqueço dele em casa tenho mesmo que voltar para trás. Felizmente acontece poucas vezes.

Concorda com a proibição de telemóveis nas salas de aula do Ontário?
Sim, concordo. Como já lhe disse tenho três filhos, todos em idade escolar, e acho que desse modo eles estão mais protegidos e ficam mais atentos nas aulas. Eles é que não gostaram muito, mas paciência.

 

Matthew F. – 16 anos

O que é um telemóvel para ti? Apenas um aparelho para fazer telefonemas?
Para mim é a forma de me ligar com os meus colegas e amigos. Mas não só, claro. Vejo redes sociais, mas onde “estou” mais é nos grupos no whatsapp que tenho com os meus amigos e conversamos muito por lá.

Quando estás com o telemóvel perdes noção do tempo?
Sim, tenho que confessar que sim…

Às refeições e quando te deitas o telemóvel está sempre contigo e ligado?
Eu sei que não devia, mas tenho. Os meus pais irritam-se um bocado, mas é mais forte do que eu. E na cama também, está sempre ligado.

Achas que o telemóvel pode ser já uma dependência na tua vida?
Opa não é uma droga, mas eu já não vivo sem ele… por isso, será que isso é já dependência? Se calhar é.

Concordas com a proibição de telemóveis nas salas de aula do Ontário?
Acho que nos miúdos mais pequenos isso está certo, mas assim para a minha idade e dos meus colegas acho que não faz sentido, mas pronto.

 

Fernando Silva – 78 anos

O que é um telemóvel para si? Apenas um aparelho para fazer telefonemas?
Acima de tudo é isso. É uma forma de os meus filhos e netos poderem contactar-me. Eles ligam para saber se estou bem. Agora a verdade é que me ensinaram a ir ao Facebook e também perco por lá algum tempo, gosto de saber de amigos que já não vejo há muito tempo.

Quando está com o telemóvel perde noção do tempo?
Só se não tiver mesmo sem nada para fazer. Mesmo assim não fico muito tempo. Fico cansado.

Às refeições e quando se deita o telemóvel está sempre consigo e ligado?
Nunca, nem numa altura nem noutra. Ligado está quando estou a almoçar ou a jantar, mas se alguém ligar, sem serem os meus… nem atendo. Agora no quarto, não, nunca.

Acha que o telemóvel pode ser já uma dependência na sua vida?
Claro que preciso dele. É a minha forma de contactar com os meus, mas dependente não sou.

Concorda com a proibição de telemóveis nas salas de aula do Ontário?
Sim. Concordo. Um dia destes os meus netos estavam a falar-me disso e eu disse-lhes que achava muito bem. Eles já não estão na escola, mas se estivessem dizia a mesma coisa. Os miúdos têm tempo para isso, agora na escola não acho bem terem os telemóveis.

Redes Sociais - Comentários

Artigos relacionados

Back to top button

 

O Facebook/Instagram bloqueou os orgão de comunicação social no Canadá.

Quer receber a edição semanal e as newsletters editoriais no seu e-mail?

 

Mais próximo. Mais dinâmico. Mais atual.
www.mileniostadium.com
O mesmo de sempre, mas melhor!

 

SUBSCREVER