Temas de Capa

“V-day” em Ontário

V-day em Ontário-toronto-mileniostadium
Créditos: Facebook FordNation.

 

Um dia depois de Ontário registar um novo histórico no número de casos diários de COVID-19, o Milénio Stadium publica uma entrevista com o Ministério de Saúde de Ontário. Esta semana ficámos a saber através do PM Justin Trudeau que Ontário vai receber 85.000 doses da vacina Pfizer, é a província do país que tem direito a mais vacinas do primeiro lote de 249.000 vacinas. Para que o leitor não fique confuso, na altura em que a entrevista foi conduzida a informação ainda não tinha chegado ao Ministério de Saúde de Ontário.

O Premier Doug Ford informou esta semana que a província começou negociações com vários produtores de vacinas para perceber como pode criar uma estratégia bem-sucedida de distribuição. Vários funcionários do Governo de Ontário deslocaram-se aos EUA para perceber no terreno o que funciona e o que não funciona para que logo que as doses cheguem a Ontário o plano seja um sucesso.

Com a proximidade do fim do confinamento, a 21 de dezembro, a autarquia de Toronto assumiu esta semana que este era o timing para discutir se Toronto vai estender o confinamento ou não. Os números de quinta-feira (10), cerca de 1.983 casos em Ontário, são um novo recorde e se por um lado, trazem preocupação, também revelam que a província aumentou a sua capacidade de testes para um número histórico, cerca de 62.000 testes diários.

 

Premier Doug Ford-Milenio Stadium-Ontario
Premier Doug Ford looks at freezers at the University Health Network in Toronto in preparation for COVID-19 vaccine distribution. (Nathan Denette/The Canadian Press)

 

Toronto e Peel, as duas regiões em confinamento em Ontário, tinham na quinta feira (10), 515 casos e 496 casos, respetivamente. O gabinete do Premier Doug Ford anunciou esta semana que vai deixar de realizar conferencias de imprensa diárias. A partir de agora o Premier só vai realizar briefings quando surgir alguma atualização que seja importante para transmitir aos habitantes de Ontário.

A primeira fase do plano de distribuição da vacina em Ontário vai durar dois a três meses e vai concentrar-se em profissionais de saúde e utentes e funcionários de lares. Em abril, a província espera que a segunda fase do plano de distribuição comece com o objetivo de garantir que todos os habitantes de Ontário que desejem a vacina possam recebê-la. A terceira e última fase passa por disponibilizar um sistema semelhante ao que distribui vacinas contra a gripe em farmácias, consultórios médicos e unidades de saúde pública. 

Milénio Stadium: O PM Justin Trudeau anunciou esta semana que mais de 200.000 vacinas da Pfizer contra a COVID-19 iam estar disponíveis no Canadá até ao final de dezembro. Desta primeira encomenda, quantas vacinas é que Ontário vai receber?

Ministério de Saúde Ontário: O Governo federal é responsável pela aprovação e aquisição da vacina e ainda não nos forneceu um número específico de vacinas neste momento. Continuamos a pedir maior clareza ao Governo federal, mas temos expectativas que o Governo federal aloque vacinas de acordo com o número de habitantes.

MS: Na semana passada o Governo de Ontário anunciou que estava em conversações diretas com os produtores de vacinas contra a COVID-19. Porque é a província tomou esta decisão e não esperou por Otava?

MSO: O nosso Governo está a aproveitar a experiência e os recursos dos principais parceiros da indústria para garantir que Ontário está pronto para o lançamento seguro e eficiente das vacinas COVID-19 em toda a província. A província vai receber apoio logístico inicial de fabricantes de vacinas como é o caso da Pfizer devido aos requisitos técnicos específicos das suas vacinas.

MS: Qual é o papel da Task-force da distribuição de vacinas COVID-19 de Ontário?

MSO: Os membros da Task-force de Distribuição de Vacinas COVID-19 incluem representação governamental e externa com experiência diversificada em operações e logística, relações federais-provinciais, saúde e domínios clínicos, saúde pública e imunidade, ética e tecnologia da informação e dados. A Task-force fornece conselhos e recomendações sobre a execução oportuna e eficiente do programa de imunidade COVID-19 de Ontário. Só assim vamos garantir que a província pode imunizar as pessoas da forma mais rápida e segura possível, logo que as várias vacinas estejam disponíveis.

MS: A vacina não vai ser obrigatória, mas as pessoas que trabalham em serviços públicos como por exemplo escolas, vão ter de provar que foram vacinadas contra a COVID-19?

MSO: A vacina contra a COVID-19 não vai ser obrigatória para os habitantes de Ontário, mas sugerimos fortemente que as pessoas aproveitem a oportunidade assim que a vacina for disponibilizada. Estamos nos primeiros dias da primeira fase de entrega da vacina e as opções para o possível rastreamento e vigilância das vacinas estão a ser consideradas. Isso inclui explorar o desenvolvimento de soluções baseadas em tecnologia e, ao mesmo tempo, fornecer opções alternativas para garantir o acesso equitativo a qualquer potencial “passaporte de imunidade”. Estamos no início, mas esperamos ter mais a dizer nas próximas semanas, à medida que as vacinas são disponibilizadas para mais pessoas.

Joana Leal /MS

Redes Sociais - Comentários

Artigos relacionados

Back to top button

 

Quer receber a edição semanal e as newsletters editoriais no seu e-mail?

 

Mais próximo. Mais dinâmico. Mais atual.
www.mileniostadium.com
O mesmo de sempre, mas melhor!

 

SUBSCREVER