Temas de Capa

Um Natal na pandemia

Um Natal na pandemia-toronto-mileniostadium
Créditos: Martin Vysoudil

A poucos dias do Natal, e com números muito altos de contágio da COVID-19, tudo indica que teremos uma celebração atípica. 

A pandemia do coronavírus veio impôr novas formas de celebrar esta data, uma das principais festas de reunião familiar que temos. Mesmo com o isolamento social, o Natal é uma das datas do calendário mais especial que não pode passar despercebida. O momento natalício de 2020 terá um “gosto” diferente, pelo momento em que vivemos. 

Para muitos de nós, essa será a primeira vez que festejaremos com vários recursos tecnológicos e, acima de tudo, praticando o distanciamento social. Muitas casas terão menos pessoas à volta da mesa, um número muito reduzido de famíliares e amigos. Em alguns casos estaremos mesmo sozinhos. Todos esses fatores farão parte da nossa realidade no dia de Natal. 

Todos nós ouvimos falar, lemos ou até mesmo presenciamos diversas histórias de reuniões familiares que acabaram provocando vários casos de COVID-19 entre os presentes e transformaram um momento feliz em tragédia. Neste momento, acredito que todo o sacrifício será válido para darmos uma resposta coletiva exemplar ao mundo. 

No meu caso particular, eu celebro o Natal de uma forma mais religiosa com a participação na “Missa do Galo”, celebrada na véspera de Natal com início à meia-noite  do dia 24 para o dia 25 de dezembro. Diz a lenda que a expressão “Missa do Galo” é específica dos países latinos e deriva da lenda ancestral segundo a qual à meia-noite do dia 24 de dezembro um galo teria cantado fortemente, como nunca ouvido de outro animal semelhante, anunciando a vinda do Messias, filho de Deus vivo, Jesus Cristo. Este ano eu celebrarei de uma forma diferente, participando numa iniciativa mundial, designada Toque de Sinos à Escala Global. É um evento que terá lugar às 18h do dia 24 de dezembro, em que as pessoas são convidadas a tocar um sino à porta de casa. A iniciativa foi criada em Inglaterra pelo grupo “Worldwide Christmas Eve Jingle 2020” e propõe que os cidadãos do mundo se juntem ao movimento. Depois de um ano difícil, esta vai ser uma forma de espalhar alguma alegria e espírito natalício de forma segura.

Certamente será um Natal diferente para todos e que ficará marcado para sempre. No entanto é sempre bom lembrar que, apesar da distância, nós estaremos mais juntos uns dos outros e poderemos partilhar o nosso amor. Por favor, não esqueça de lavar as mãos, usar máscaras e praticar o distanciamento social.

Francisco Pegado/MS

Redes Sociais - Comentários

Artigos relacionados

Back to top button

 

Quer receber a edição semanal e as newsletters editoriais no seu e-mail?

 

Mais próximo. Mais dinâmico. Mais atual.
www.mileniostadium.com
O mesmo de sempre, mas melhor!

 

SUBSCREVER