Temas de Capa

Sociedade a todos os níveis

 

milenio stadium - sociedade

 

Bom dia para todos,
Uma excelente sexta-feira.

Cá estamos e vamos dobrando a esquina tanto quanto nos é possível.

Esta semana e não diferente de tantas outras, remamos para melhores mares. Vamos deixando alguns medos para trás e vamos seguindo com cautela. Voltar a estes dois últimos anos de opressão e incerteza não será o ideal. Seria muito inteligente pela parte de todos nós continuarmos a cuidar da alma e de tudo o que nos rodeia. Não estamos em situação de desleixo, de estragos desnecessários, nem de vaidade extrema. Já a minha falecida mãe dizia, “poupar para nunca faltar“.

Pois… a verdade é que estamos a atravessar uma crise sem precedentes. Pelo menos nas últimas três a quatro décadas não se sentia tanto o rescaldo da pobreza (pelo menos a olho nu) como agora. Não digo que se privem do que mais gostem, mas que depois desta amostra de que, de um momento para o outro (mesmo!!), tudo possa mudar há que ser mais compreensivo. Ponderar se aquele investimento ou compra é mesmo necessário. Os bancos alimentares nunca relataram tanta procura de alimentos como nos últimos dois anos. Onde as nossas vidas jamais serão iguais. Seja em que setor seja. A incerteza global, a perda de tantos e tantos postos de emprego que jamais serão repostos… foi como que se o globo se virasse de pernas para o ar para nos ensinar uma nobre lição.

Com muita pena minha vos digo que a maioria se revoltou ao invés de aprender. Tornando-se egotista e depravada sem qualquer referência de afeto ou cuidados para com o próximo. É o que é e vai valer sempre o que vale. Fiz uma pequena pesquisa sobre o impacto mundial da pandemia e aqui estão alguns relatos assustadores. No mínimo…

A pandemia de covid-19 impactou o mundo de forma negativa em muitos setores, aumentando a pobreza e a fome. Pela primeira vez, desde 1998, a percentagem de pessoas que vivem na extrema da pobreza aumentou de 8,4% em 2019, para 9,5% em 2020. Cerca de 90% dos países ainda relatam problemas diversos nos serviços de saúde. A Organização das Nações Unidas (ONU) classifica os efeitos do coronavírus como “catástrofe geracional” na educação. Perante este cenário o Relatório dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável 2021, da ONU, aponta para a necessidade de soluções rápidas. “As decisões e ações tomadas durante os próximos 18 meses podem determinar se os planos de recuperação da pandemia vão colocar o mundo no caminho para alcançar as metas acordadas globalmente que visam a impulsionar o crescimento económico e o bem-estar da sociedade”.
Ficamos no aguardo e nunca se esqueça que somos todos, mas cada vez mais todos responsáveis pelo bem-estar mundial fazendo as escolhas certas e ajudando sempre o próximo.
Continuação de um bom fim de semana.
Até já,

Cristina Da Costa/MS

Redes Sociais - Comentários

Artigos relacionados

Não perca também
Close
Back to top button

 

Quer receber a edição semanal e as newsletters editoriais no seu e-mail?

 

Mais próximo. Mais dinâmico. Mais atual.
www.mileniostadium.com
O mesmo de sempre, mas melhor!

 

SUBSCREVER