Temas de Capa

“SATA Azores Airlines prevê a manutenção das rotas entre a América do Norte e os Açores”

SATA Azores Airlines prevê a manutenção-mundo-mileniostadium
Créditos: Jess Bailey

A forte representação açoriana na comunidade luso-canadiana, tem mantido uma ligação próxima com o arquipélago dos Açores, muito graças aos voos operados pela SATA Azores Airlines. Tal como aconteceu com todas companhias áreas que operam em todo o mundo, também a SATA teve que se adaptar às exigências da pandemia e por isso, durante um período de tempo, os voos foram suspensos e mais tarde retomados, embora com menos frequência. 

Esta é uma empresa relevante quando se fala da importância da ligação da diáspora às suas raízes. Por isso procurámos saber junto do Gabinete de Comunicação Institucional & Imagem da SATA Azores Airlines, o que se perspetiva para o seu futuro e, consequentemente, para todos aqueles que até aqui têm usufruído dos seus serviços.

Milénio Stadium: Todos sabemos que as companhias de aviação estão a sofrer uma crise profunda. No entanto, a Azores Airlines (SATA) tem características especiais, uma vez que existe essencialmente para servir a diáspora açoriana. Apesar da diminuição dos voos que foram obrigados a fazer este ano, quais são as perspetivas para 2021?

SATA Azores Airlines- Gabinete de Comunicação Institucional & Imagem: O período absolutamente inédito que atravessamos obriga a perspetivas cautelosas, quer por motivos de saúde pública, quer por motivos comerciais, face à quebra drástica de procura e consequentes perdas de receita.

Não obstante, o planeamento para 2021 na SATA Azores Airlines prevê a manutenção das rotas entre a América do Norte e os Açores, designadamente Boston e Toronto, ligações estas que temos vindo a assegurar até aqui e que contamos reforçar com a entrada do programa de Verão IATA, o que ocorre a partir do mês de abril.

MS: Alguma vez chegou a estar equacionada a possibilidade deixarem de voar para Toronto, atendendo à situação de pandemia em que estamos?

SAA: Voamos para Toronto há mais de 20 anos com meios próprios e estamos no mercado há mais de três décadas. É um mercado extremamente importante para a SATA. A nossa relação com Toronto, e em particular com a comunidade açoriana residente, atravessa gerações. É um mercado importante para a SATA Azores Airlines em termos comerciais, mas é também uma ligação afetiva, de respeito e estima. Mas em março de 2020, suspendemos todos os voos internacionais para salvaguarda da saúde pública, por causa da pandemia. Retomámos as ligações apenas em julho, quando foi possível e considerado seguro.

MS: A Azores Airlines (SATA) tem recebido apoio do Governo Regional e Continental para fazer face às situações financeiras que está a passar?

SAA: O grupo SATA solicitou um aval ao Governo dos Açores para que fosse possível refinanciar-se, no mercado. Este aval foi autorizado pela Comissão Europeia e concedido pelo Governo dos Açores, ao abrigo do quadro de auxílios às companhias aéreas, previstos pela Comissão Europeia.

MS: As ajudas europeias que foram anunciadas para a Azores Airlines (SATA), para apoio à liquidez da empresa (133 milhões de euros), implicavam a apresentação de um plano de reestruturação. Pode dar-nos uma indicação de qual é o ponto da situação em relação a este assunto?

SAA: De acordo com o calendário proposto pela Comissão Europeia o Plano de Reestruturação deverá ser apresentado à Comissão Europeia até 17 de fevereiro 2021. O plano encontra-se a ser trabalhado e está a ser permanentemente reajustado face à realidade, uma vez que se tem assistido a frequentes revisões no que respeita às perspetivas de retoma do sector do transporte aéreo. O plano será entregue dentro do calendário previsto.

MS: Nesta fase, quais são os planos que a Azores Airlines (SATA) tem para 2021?

SAA: Em suma, manterá sempre o foco naquela que é a sua principal missão: assegurar a acessibilidade e conectividade do Arquipélago dos Açores. A companhia aérea procura manter os mercados nos quais já operava, embora tenha a expectativa de vir a operar menos frequências para cada destino. Continuará a servir Boston e Toronto (EUA e Canadá) bem como alguns destinos no Continente Europeu (Londres, Frankfurt e Paris). Mantêm as habituais ligações ao Continente Português, ao Arquipélago da Madeira e ao Arquipélago de Cabo Verde.

Tivemos oportunidade de conversar com Miguel Correia, proprietário da agência de viagens Correia Travel em Toronto, que nos esclareceu que depois de um período em que os voos foram suspensos por razões ligadas à pandemia, a SATA Azores Airlines retomou as viagens para Toronto, embora com uma frequência mais reduzida. A certa altura houve voos de duas em duas semanas, mas agora há uma viagem por semana. Segundo ele, a partir de maio do próximo ano, está previsto que a SATA Azores Airlines volte a voar diariamente entre Toronto e Ponta Delgada.

Catarina Balça/MS

Redes Sociais - Comentários

Artigos relacionados

Back to top button

 

Quer receber a edição semanal e as newsletters editoriais no seu e-mail?

 

Mais próximo. Mais dinâmico. Mais atual.
www.mileniostadium.com
O mesmo de sempre, mas melhor!

 

SUBSCREVER