Temas de Capa

Natal – Tempo de fortalecer os laços

Natal - Tempo de  fortalecer os laços-capa-mileniostadium
Créditos: DR.

O mês de dezembro é um espaço para os enfeites coloridos, com árvores e luzes, depois vem o famoso Pai Natal, os familiares e os amigos.

Para outros não, mas para mim o Natal é uma festa religiosa. Das mais importantes. E porque acontece no mês de frio, é o aconchego e a proximidade, o carinho e o calor familiar. É uma data onde a maioria das famílias se reúne em volta da mesa, da fogueira, contam-se histórias… até o tempo passa mais rápido. A comida tem um sabor diferente. Por exemplo, na região do Minho, se calhar uma das que mais consome bacalhau, mas no dia 24, na ceia de Natal o sabor do fiel amigo, do bacalhau, é diferente. É mais apreciado, as próprias batatas e as couves sabem bem. Depois a mesa recheada de doces tradicionais, (e muitos só se preparam para a noite de Natal): os mexidos, o vinho quente com açúcar, as rabanadas, aletria, isto são coisas que ainda se fazem no Natal, mas noutros tempos havia o colocar das pinhas ao lume para as mesmas se abrirem e assim se tiravam os pinhões – esperava-se pela noite de Natal para comer a relíquia que hoje custa o preço do ouro.

No Natal fazem-se coisas diferentes, há famílias que passam diversos meses sem se poderem ver por questões profissionais, irmãos, tios, primos etc., mas nesta data a energia é outra. É uma ocasião especial onde tudo está bem e se não for no 24 procuram encontrar-se no dia 25. Para muitos o encontro é quase obrigatório e mostra que é necessário manter os laços com a família e todos os que se ama. O Natal traz as pessoas ao nosso encontro, aquelas que estão connosco em todas as situações, sejam elas boas ou más, porque na realidade o Natal deve ser todos os dias, mas a data de celebração é em dezembro. E é nesta data que se faz tudo diferente, todos procuram manter vivo o verdadeiro espírito do feriado, todos respeitam esta data independentemente da crença de cada um. A noite do dia 24 para o dia 25 é quando se renovam as energias do ano, e se compartilham as boas experiências da vida de cada um, são momentos que nunca se esquecem e, no meu ponto de vista, devem manter-se.

Eu digo para mim, mas o Natal, na realidade, é um ritual celebrado pela grande maioria das famílias portuguesas de norte a sul e ilhas. Tal como acontece em todos os rituais com familiares mais próximos, só que este é um dos eventos celebrados de forma diferente. É diferente até na forma como é organizado e participado por todos os elementos da família. Todos dão ideias e ajudam na organização. Tem um significado de profunda identidade familiar e por isso eu digo que é das festas mais importantes para reunir com familiares. Durante o ano todas as famílias passam por fases mais sensíveis, mas esta data traz segurança e continuidade na união, e à medida que os adolescentes se tornam adultos, são eles os primeiros a defenderem as tradições com maior significado familiar. Os próprios já esperam pelo Natal para partilhar histórias. Que assim continuem as tradições natalícias por muitos anos.

Termino a deixar um conselho/desejo a todos os leitores: que os laços entre todos os que amam e gostam se tornem mais fortes.

Se vocês querem um ano de prosperidade, semeiem trigo.

Se vocês querem dez anos de prosperidade, semeiem árvores frutíferas.

Se vocês querem uma vida de prosperidade, plantem amigos.

Desejo que todos vocês plantem muitos amigos no próximo ano.

Cuidem-se e respeitem-se uns aos outos.

Feliz Natal e bom fim de semana para todos.

Augusto Bandeira/MS

Redes Sociais - Comentários

Artigos relacionados

Back to top button

 

Quer receber a edição semanal e as newsletters editoriais no seu e-mail?

 

Mais próximo. Mais dinâmico. Mais atual.
www.mileniostadium.com
O mesmo de sempre, mas melhor!

 

SUBSCREVER