Temas de Capa

Natal aqui e sempre

Natal aqui e sempre-capa-mileniostadium
Créditos: DR.

Olá meus caros,

Cá estamos. Mais um mês. Mais um Natal.

Mas o que realmente significa o Natal?

Vamos lá à descoberta.

Essa era a data em que os romanos comemoravam o solstício de inverno. A celebração era uma homenagem ao Deus Sol (natalis invicti solis) e era o momento em que os romanos pediam por fartura. Anos mais tarde, o Deus Sol foi substituído por Mitra, um Deus da mitologia grega. Além desses rituais, outra celebração que pode ter influenciado a definição da data do Natal é o Yule ou Jól, uma comemoração realizada pelos nórdicos da Era Viking, também em celebração ao solstício de inverno.

O Natal é a data em que os cristãos comemoram o nascimento de Jesus Cristo. Durante muitos anos após seu nascimento, essa comemoração era feita em dias diferentes, pois não se sabia a data exata do seu nascimento. Foi somente no século IV que se estabeleceu a comemoração do Natal no dia 25 de dezembro, pelo Papa Julius. Para além da inexistência de documentos históricos que confirmem a data de nascimento de Cristo, uma das explicações para a escolha do dia 25 eram as festas pagãs que costumavam ser realizadas nesse dia.

José e Maria saíram de Nazaré e viajaram 140 km até Belém, pelas margens do Rio Jordão. Maria fez a viagem montada numa mula, pois precisava de poupar energia para o parto. Chegados à cidade, Maria e José não conseguiram lugar na hospedaria, que estava lotada. O casal, então, foi colocado numa caverna que era utilizada como estábulo. Maria deu à luz a Jesus Cristo naquela noite e colocou o bebé numa manjedoura. Logo após o seu nascimento, Maria e José receberam a visita dos Três Reis Magos – Melchior, Baltazar e Gaspar. Segundo a Bíblia, os Reis Magos foram guiados pela Estrela de Belém até o local do nascimento e entregaram como presentes à família – ouro, mirra e incenso.

Esta é a história, mas o que significa realmente?

Para mim. Muito e muito pouco. Se falarmos de sentimento… muito. Do valor material, muito pouco. Este ano, não vai haver troca de presentes por opção própria.  Para quê? Quase meio mundo tem fome.  Pelo amor da Santa. Basta. Sejamos mais humildes. As pessoas que se assumam e não mintam mais. Pelos cargos que exercem. Pelas “passagens de mãos alheias pelo ego” por tudo isso e muito mais. Chega. O meu Natal é com quem eu mais amo. 

Sangue do meu sangue.

É o que é e vale o que vale.

Feliz Natal e próspero Ano Novo,

Até já,

Cristina Da Costa/MS

Redes Sociais - Comentários

Artigos relacionados

Não perca também
Close
Back to top button

 

Quer receber a edição semanal e as newsletters editoriais no seu e-mail?

 

Mais próximo. Mais dinâmico. Mais atual.
www.mileniostadium.com
O mesmo de sempre, mas melhor!

 

SUBSCREVER