Temas de Capa

Mãe Coruja

mae coruja-portugal-mileniostadium
Crédito: DR.

Quando eu era criança costumava ouvir a fábula de uma coruja e de uma águia.

Certo dia no bosque florido primaveril a coruja encontrou a águia e disse-lhe:

— Oh águia, se vires uns passarinhos muito bonitos, num ninho confortável, com uns biquinhos redondinhos, não os comas, que são os meus filhos!

A águia imperial com o seu ar majestoso prometeu-lhe que não os comeria.

Com as suas grandes asas, a águia sobrevoava os grandes campos floridos de puro esplendor, pintados com um riacho de águas límpidas, até que encontrou numa árvore um ninho. Com o seu instinto e como estava esfomeada comeu todos filhotes. 

-Que rico manjar me esperava aqui – disse a águia.

Quando a coruja chegou e viu que lhe tinham comido os filhos, foi ter com a águia. Muito aflita e destroçada perguntou:

— Oh águia, tu foste-me falsa, porque prometeste que não comias os meus filhos e mataste-os todos!

Diz a águia:

— Amiga coruja… eu encontrei uns pássaros pequenos num ninho feito de penas, todos depenados, sem bico, e com os olhos tapados, e comi-os; e como tu me disseste que os teus filhos eram muito lindos, que tinham os biquinhos bem feitos entendi que não eram esses.

— Pois eram esses mesmos, disse a coruja.

— Pois então queixa-te de ti, tu é que me enganaste com a tua descrição.

Esta fábula é atribuída ao surgimento da expressão “mãe coruja “pois aos olhos das mães os filhos são sempre perfeitos e lindos. O coração de uma mãe é o lugar mais seguro do mundo e se precisar até morre por um filho.

“Deus sabia que não poderia estar em todos os lugares, então criou as mães.” – ser mãe é algo tão grandioso que nós como filhos só o entendemos no dia em que nos tornamos pais.

Assim hoje quando olho para trás e vejo os erros que cometi, posso também ouvir a voz da minha mãe a ralhar comigo para não fazer ou então para fazer. Talvez se ao menos eu tivesse ouvido algumas das suas palavras poderia ter evitado muito dos erros que cometi, mas quando somos novos não queremos escutar e não se tem consciência do poder que essas palavras vão ter. Todos somos filhos de uma Mãe Coruja.

Paulo Perdiz/MS

Redes Sociais - Comentários

Artigos relacionados

Back to top button

 

Quer receber a edição semanal e as newsletters editoriais no seu e-mail?

 

Mais próximo. Mais dinâmico. Mais atual.
www.mileniostadium.com
O mesmo de sempre, mas melhor!

 

SUBSCREVER