Temas de Capa

Itália – Mundo na Mesa

anastasiia-chepinska-FZTwpjRUr38-unsplash

 

Fala-se de Itália e de comida e do que é que todos nós nos lembramos imediatamente? Claro – pizza e pasta. A pizza hoje tão disseminada no mundo, é naturalmente um elemento fundamental da gastronomia italiana, mas adivinhem… não nasceu na Itália. É verdade, a história da pizza tem início há pelo menos seis mil anos, provavelmente entre os egípcios e os hebreus. Elaborada com massa fermentada de farinha de trigo, barrada com molho de tomate e revestida de produtos diversos, geralmente alguma espécie de queijo, carnes, defumadas ou não, ervas e até legumes. Por último, um toque de orégão ou de manjericão, e tudo vai ao forno. Antes de se tornar famosa, a pizza era um prato elaborado para matar a fome dos pobres que habitavam o sul da Itália.

Esta iguaria da gastronomia italiana foi amplamente difundida em meados do século XIX, em 1889, graças à habilidade do primeiro pizzaiolo da história, Raffaele Espósito, um padeiro de Nápoles a serviço do rei Umberto I e da rainha Margherita, a quem ele homenageia ao confecionar uma pizza imitando as cores da bandeira italiana, branco, vermelho e verde, utilizando para isso mozzarela, tomate e manjericão, produtos que lhe permitiam obter as colorações desejadas. A rainha apreciou tanto este prato que Raffaele decidiu batizá-la de Margherita.
Para a sobremesa Itália oferece-nos muitos doces famosos, como por exemplo o Tiramisu, mas nesta altura do ano não podemos deixar de referir os Zeppole. também conhecidos como bolos de São José por serem um dos atrativos da festa comemorada no Dia de São José (19 de março). É um pastel doce feito com massa crocante por fora e macia por dentro e recheado com creme de pasteleiro. Típico da região de Roma e Nápoles, onde pode ser encontrado em qualquer padaria da região. Existem três versões sobre a origem do doce: a dos napolitanos, que acreditam que o Zeppole foi criado nos mosteiros de Santa Patrícia ou São Gregório. Já na região da Sicília acredita-se que o doce nasceu em homenagem ao Santo por salvar a população de uma grande seca durante a Idade Média. Para além de uma teoria mais antiga que diz que o Zeppole já era feito em Roma para ser servido aos Deuses do Trigo e do Vinho. Mas o mais importante é que independente de sua origem o doce é tão saboroso que conquistou não só os italianos, mas sim todo o mundo.

Quanto a bebida o que nos assalta a ideia imediatamente é seguramente o Martini. A história começa em 1863, quando os amigos Alessandro Martini, Luigi Rossi e Teófilo Sola adquiriram uma antiga destilaria em uma pequena vila perto de Turim. O objetivo era produzir bebidas alcoólicas, entre elas, o vermute, uma mistura de vinho e ervas. Assim nasceu o famoso Martini Rosso, o primeiro produto da marca.

Em 1879, a família Sola vendeu sua participação para os outros sócios, que rebatizaram a empresa com o famoso nome: Martini & Rossi. Os produtos da Martini são feitos de uma mistura de quatro ingredientes: vinho, ervas, açúcar e álcool. A receita exata para cada bebida é um segredo guardado a sete chaves, e passado de mestre para mestre, de geração para geração. Apenas duas pessoas conhecem as receitas, o “mestre misturador”, responsável pelas misturas exatas de cada bebida, e o “mestre de ervas”, responsável por selecionar as ervas e as quantidades exatas.

É o trabalho desses mestres que garante o sabor e a qualidade inigualáveis das bebidas da Martini.
Para rematar uma refeição, graças às suas propriedades digestivas, e acompanhar um café expresso, nada como uma Grappa – uma bebida destilada, feita a partir do bagaço da uva e muito popular na Itália (e em todo o mundo), e conhecida pelo seu alto teor alcoólico.
Madalena Balça/MS

Redes Sociais - Comentários

Artigos relacionados

Back to top button

 

O Facebook/Instagram bloqueou os orgão de comunicação social no Canadá.

Quer receber a edição semanal e as newsletters editoriais no seu e-mail?

 

Mais próximo. Mais dinâmico. Mais atual.
www.mileniostadium.com
O mesmo de sempre, mas melhor!

 

SUBSCREVER