Temas de Capa

Investir em tempos de pandemia, será bom ou mau?

Em causa está a boa vontade do senhorio, esperemos que o arrendatário pense da mesma forma

Fala-se muito, mas acerta-se pouco. Ser senhorio nesta altura é das piores coisas, como vai o senhorio de um espaço que está alugado para fins de restauração ou comércio de retalho exigir o pagamento da renda? Alguém pode explicar isso? Claro que não! Falo com experiência, neste momento tenho dois espaços alugados no país das maravilhas. Os pobres dos arrendatários não faturam nada nos últimos 10 meses, estão com a corda na garganta para conseguirem sobreviver.

Promessas do governo são muitas mas as realizadas contam-se pelos dedos das mãos! Estamos a falar de Portugal, onde se rouba milhões e há perdão e os que trabalham de sol a sol têm de pagar ao Estado, mesmo sem faturar. Prometem-se ajudas, mas em baixo está algo a dizer que a partir de data x as cobranças começam. Quem raio vai aderir? Se não se vê uma luz ao fundo do túnel para sobrevivência como vão as pessoas arriscar? É isso que se passa! Eu depois de ter uma conversa com as pessoas fui obrigado a perdoar meio ano de renda para os pobres sobreviverem ou saiam sem pagar, mais vale sabermos que não vamos receber do que apanhar uma desilusão. É com isto que se vive em Portugal atualmente, infelizmente há mais pobres do que pessoas remediadas, cada vez mais a classe trabalhadora fica mais pobre. Neste grupo estão incluídas as pequenas e médias empresas que sobrevivem do próprio suor e dos poucos clientes no dia a dia. Hoje para se ser senhorio faz falta ter um coração muito grande para gerir as consequências que atravessamos derivado a um bichinho que veio e continua entre nós. Não sou pessimista, simplesmente vejo as coisas de forma realista e dou a mão a palmatória, mas ninguém gosta de ser abusado. Nos dias de hoje e com ajuda da pandemia há pessoas a tirar proveito do elo mais fraco. Há um ditado muito antigo: cá se fazem, cá se pagam.

Investir em tempos de pandemia-toronto-mileniostadium
Créditos: DR.

Quantas vezes perguntamos a nós próprios se devemos de investir mesmo na pandemia, sem dúvida todos ficamos sem resposta. Ou se tem uma garantia para o futuro ou mais vale um pássaro na mão do que dois a voar. Já diziam os antigos: nem sempre as terras dão bom milho! Isto para dizer que nem sempre a semente vai colher, mas há quem diga que é um bom momento para começar a investir. Nesta altura mais vale investir o dinheiro do que deixar em papel, só porque estamos em crise não é bom, afinal no atual cenário económico do mundo planear uma reserva de dinheiro para compras futuras ou para a reforma é um erro. Mesmo na juventude, será melhor um bom investimento. Em todas as decisões tomadas deve-se ter em conta os fracassos que se podem ter. Esta pandemia veio trazer um abre de olhos a muita gente, agora ser senhorio não é fácil, vemo-nos no meio de uma situação onde nada defende quem tem espaços alugados, os arrendatários basta dizer que querem pagar mas não têm como e aí vai tudo por água abaixo.

Mas no meio de tudo existem os chico-espertos, há associações de marcas de retalho e restauração que defendem que, nesta altura de pandemia e devido ao encerramento dos espaços, os arrendatários foram muito mais prejudicados que os senhorios e que no que toca aos senhorios a partilha de sacrifícios é zero. Isto é de rir, se repararmos os arrendatários têm ajudas desde que saibam e se qualifiquem para as mesmas, mas os senhorios do que sei não têm direito a nada e se têm é tipo um prego no pé. Há mesmo quem diga que há uma disparidade de custos atirada para arrendatários e lojistas e não há para senhorios, isto é só de loucos. Um responsável foi mais longe e garantiu existir uma garantia aos senhorios e que ninguém lhes toca, até têm a coragem de dizer que o senhorio vai receber um pouco mais tarde, mas vai receber. Posso dizer que é pura mentira e falsa notícia.

Infelizmente vamos perder mais de 50% dos comércios a retalho onde a restauração está inserida, muitos postos de trabalho vão ser perdidos e neste momento a nível mundial ninguém pensa nos pequenos.

Pense nos outros e não só em si, fique em casa se não precisar de sair porque isto vai tocar a todos. Bom fim de semana.   

milenio stadium - augusto bandeira

Redes Sociais - Comentários

Artigos relacionados

Back to top button

 

Quer receber a edição semanal e as newsletters editoriais no seu e-mail?

 

Mais próximo. Mais dinâmico. Mais atual.
www.mileniostadium.com
O mesmo de sempre, mas melhor!

 

SUBSCREVER