Temas de Capa

Escolher a cor das nossas vidas …

Escolher a cor das nossas vidas-toronto-mileniostadium
Créditos: DR

Olá, olá,

Espero-vos bem e, acima de tudo saudáveis.

Ontem celebramos o Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas espalhadas pelo nosso mundo. Espero que tenha desfrutado e que, acima de tudo, nunca desvalorize a nossa pátria, porque apesar de estarmos num país que tão bem nos acolheu, o nosso sangue Luso grita sempre mais alto.

Neste mês de junho também se celebra o Orgulho Gay, e por isso mesmo decidi deixar aqui um resumo para que os nossos leitores percebam que cada um de nós tem direito de “pintar a vida com a cor que deseja” sem ser julgado ou maltratado.

É tempo de abrir a mente e procurar caminhos mais suaves, com menos turbulência.

Orgulho LGBT é o conceito segundo o qual lésbicas, gays, transgenders e bissexuais por vezes, outros grupos tipicamente ligados à comunidade LGBT, como pessoas intersexo devem ter orgulho de quem são e da identidade que possuem como parte de LGBT.

A palavra orgulho é neste caso como um antónimo de vergonha que foi usada ao longo da história para controlar e oprimir indivíduos LGBT+. Orgulho neste sentido é uma afirmação de cada indivíduo e da comunidade como um todo. O moderno movimento de orgulho gay começou após a Revolta de Stonewall em 1969, quando homossexuais em bares locais enfrentaram a polícia de Nova Iorque durante uma rusga inconstitucional. Apesar de ter sido uma situação violenta, deu à comunidade até então “underground “o primeiro sentido de orgulho comum num incidente muito publicitado. A partir da parada anual que comemorava o aniversário da Rebelião de Stonewall, nasceu um movimento popular nacional e, atualmente, muitos países em todo o mundo celebram o orgulho LGBT+.

O movimento vem promovendo a causa dos direitos LGBT pressionando políticos, registando votantes e aumentando a visibilidade para educar sobre questões importantes para a comunidade LGBT+. O movimento de orgulho LGBT+ defende o reconhecimento de iguais direitos e benefícios para indivíduos LGBT. O movimento do Orgulho LGBT tem três premissas principais: que as pessoas devem ter orgulho da sua orientação sexual e identidade de género; que a diversidade é uma dádiva; e que a orientação sexual e a identidade de género são inerentes ao indivíduo e não podem ser intencionalmente alteradas.

Vamos então deixar o preconceito de parte e avançar rumo a um arco-íris colorido onde por vezes também caem umas horas de chuva para nos refrescar.

É o que é e vale o que vale. Fiquem bem, muita saúde e não se esqueçam de continuar a cumprir com as normas de segurança.

Bom fim de semana,

Até já,

Cristina DaCosta/MS

Redes Sociais - Comentários

Artigos relacionados

Não perca também
Close
Back to top button

 

Quer receber a edição semanal e as newsletters editoriais no seu e-mail?

 

Mais próximo. Mais dinâmico. Mais atual.
www.mileniostadium.com
O mesmo de sempre, mas melhor!

 

SUBSCREVER