Portugal

Crime ambiental “muito grave”: grande descarga ilegal polui rio Ave

RIO AVE - POLUICAO - MILENIO STADIUM

 

Uma enorme descarga ilegal de resíduos industriais pintou de branco o rio Ave, esta quarta-feira de manhã, em Vila do Conde.

A origem dos detritos não está ainda determinada, mas sabe-se que terá sido uma indústria, localizada em Azurara ou em Árvore. No local, está já a brigada do SEPNA (Serviço de Proteção da Natureza e do Ambiente) da GNR, os técnicos da autarquia e da Águas do Norte.

“Ainda não sabemos a origem. O que sabemos é que foi uma descarga ilegal na rede e saneamento, provavelmente na Azurara ou em Árvore”, explicou, ao JN, o presidente da Câmara de Vila do Conde, Vítor Costa, que se deslocou, de imediato, ao local para se inteirar da situação e determinar a ativação do Plano de Contingência municipal.

“O que vamos fazer é tentar limpar ao máximo esta carga, sugando esta massa gordurosa com os camiões da Água do Norte”, acrescentou, afastando a hipótese de se tratar de um foco doméstico. “É certamente industrial pelas características das gorduras que aqui estão”, salientou, prometendo acompanhar de perto as investigações para que se possa descobrir o poluidor.

O SEPNA está, agora, a investigar o caso, que foi já classificado como um crime ambiental “muito grave”.

Redes Sociais - Comentários

Artigos relacionados

Back to top button

 

Quer receber a edição semanal e as newsletters editoriais no seu e-mail?

 

Mais próximo. Mais dinâmico. Mais atual.
www.mileniostadium.com
O mesmo de sempre, mas melhor!

 

SUBSCREVER