Vítor M. Silva

Seguir Magalhães

milenio stadium - magellan - Vitor Silva-Estátua_de_Fernão_Magalhães_-_SabrosaA fotografia que acompanha este artigo é da estátua do navegador Fernão de Magalhães e está situada no coração do Douro na bonita vila de Sabrosa (Trás-os-Montes e Alto Douro – Portugal). E vem lembrar que o “Reino Maravilhoso do Douro” foi a terra natal do navegador. O monumento em bronze, que demorou cerca de meio ano a ser concebido, pesa cerca de três toneladas, encontra-se colocado na rotunda, à entrada de Sabrosa. O nome deste grande descobridor esteve associado aos computadores “Magalhães“. Está agora relacionado ao mais importante marco da portugalidade em Toronto – o Magellan Community Charities.

Muitos historiadores referem Fernão de Magalhães como a maior referência universal associada a Portugal. A própria NASA chamou à viagem de circum-navegação deste navegador, a primeira órbita ao planeta oceano. O projeto que está a emergir em Toronto deve ter ainda mais envolvência de todas instituições de origem portuguesa ou não, das autarquias não só de Toronto, mas de todas as outras à sua volta e demais entidades públicas e privadas.

Tem que vir ao de cima uma estratégia que mobilize todos para a edificação deste grande desiderato. Este projeto deve ser aberto a qualquer um, acolhendo ideias e projetos, tentando integrá-los naquilo que são os objetivos dos timoneiros do Magellan Community Charities. Portanto, uma estrutura flexível que seja mobilizadora e se articule com as universidades, associações culturais e sociais. O que queremos é o envolvimento das pessoas, sobretudo os nossos jovens, que possam ver nisso oportunidades e motivo de orgulho. Tenho um pressentimento que contra todas as perspetivas a inauguração deste espaço tão ansiado será mais rápido que o esperado. Claro que não é fácil construir de raiz um equipamento social destinado aos nossos idosos.

Quero louvar os esforços de muitos que têm contribuído para o projeto não esmorecer e para nunca perder o brilho. Quero aqui apelar ao donativo anónimo, nem só de grandes quantias dadas por grandes empresas, instituições ou governos se consegue edificar uma realização desta natureza. Estou certo de que o dia da inauguração jamais será esquecido e ficará gravado a estilete de ouro na memória daqueles que amam Portugal, a sua cultura e as suas gentes. O meu, e de Fernão de Magalhães, conterrâneo, Miguel Torga, escreveu este poema que também encarna o sentimento de quem quer ver o grande projeto da comunidade portuguesa erigido.

Fernão de Magalhães da Ibéria toda,
Alma de tojo arnal sobre uma fraga
A namorar a terra em corpo inteiro,
Consciência do fim no fim da boda,
Fernão de Magalhães que andaste à roda
De quanto Portugal sonhou primeiro:

Ter um destino, é não caber no berço
Onde o corpo nasceu.
É transpor as fronteiras uma a uma
E morrer sem nenhuma,
Às lançadas à bruma,
A cuidar que a ilusão é que venceu.

Vítor M. Silva/MS

 

 

Redes Sociais - Comentários

Artigos relacionados

Back to top button

 

Quer receber a edição semanal e as newsletters editoriais no seu e-mail?

 

Mais próximo. Mais dinâmico. Mais atual.
www.mileniostadium.com
O mesmo de sempre, mas melhor!

 

SUBSCREVER