Mundo

Nobel da Literatura para o britânico Kazuo Ishiguro

O escritor britânico Kazuo Ishiguro venceu, esta quinta-feira, o prémio Nobel da Literatura.

O anúncio foi feito, em Estocolmo, pela Academia sueca.

Kazuo Ishiguro nasceu no Japão em novembro de 1954. Quando tinha cinco anos, a sua família mudou-se para o Reino Unido.

É autor de oito livros, incluindo as obras “Os Despojos do Dia” (1989) e “Nunca me deixes” (2005).

“É uma honra magnífica, principalmente porque significa que sigo nas pegadas dos maiores autores que alguma vez viveram”, afirmou Ishiguro à BBC, ressalvando que o comité do prémio Nobel não o contactou e, como tal, começou por pensar que se tratava de uma partida.

O escritor disse ter a esperança de que o Nobel seja uma força do bem: “O mundo está num momento muito incerto e esperaria que todos os prémios Nobel fossem uma força em prol de algo positivo no mundo”.

A Academia justificou a escolha de Kazuo Ishiguro, por ser um escritor que, “em romances de grande força emocional, revelou o abismo sob o sentido ilusório de conexão com o mundo”.

Redes Sociais - Comentários

Artigos relacionados

Back to top button

 

Quer receber a edição semanal e as newsletters editoriais no seu e-mail?

 

Mais próximo. Mais dinâmico. Mais atual.
www.mileniostadium.com
O mesmo de sempre, mas melhor!

 

SUBSCREVER