Mundo

Jornalista grego especializado em crime morto a tiro à porta de casa

Um jornalista grego especializado em assuntos criminais foi esta sexta-feira morto por desconhecidos em frente da sua casa em ​​​​​​​Alimos, nos subúrbios de Atenas, anunciou fonte policial.

Giorgos Karaïvaz, jornalista da televisão privada grega Star, foi morto a tiro, disse à agência France-Presse fonte do gabinete de imprensa da polícia de Atenas.

A notícia chocou o meio jornalístico grego e vários órgãos de comunicação social interromperam os seus programas.

O jornalista, que teria mais de cinquenta anos, trabalhou em vários ‘media’ gregos.

Segundo a rádio privada Skai, foi atingido por “numerosas balas quando chegava a casa após uma emissão televisiva”.

A mesma fonte acrescenta que foram encontradas 17 cápsulas de balas em frente à sua casa.

“Foi morto numa emboscada mortal”, refere ainda.

Segundo as primeiras informações dos ‘media’ gregos, duas pessoas numa moto dispararam pelo menos seis balas contra o jornalista, que morreu instantaneamente.

Giorgos Karaïvaz era casado e tinha um filho, segundo a comunicação social.

Embora os ‘media’ privados gregos sejam frequentemente alvo de ataques incendiários ou vandalismo, são raros os assassínios de jornalistas no país.

Em 2010, o jornalista de investigação grego Socratis Giolias foi morto em frente ao seu domicílio num subúrbio de Atenas, num ataque reivindicado por um grupo de extrema-esquerda.

Até hoje, a polícia não encontrou os culpados.

JN

Redes Sociais - Comentários

Artigos relacionados

Back to top button

 

Quer receber a edição semanal e as newsletters editoriais no seu e-mail?

 

Mais próximo. Mais dinâmico. Mais atual.
www.mileniostadium.com
O mesmo de sempre, mas melhor!

 

SUBSCREVER