Mundo

Gastos dos turistas internacionais na Europa devem atingir recorde em 2024

Foto: Jaime Reina / AFP

Os turistas internacionais devem gastar 800 mil milhões de euros este ano na Europa, o que representará um novo recorde, revela, esta quinta-feira, um relatório da European Travel Commission a que a agência “Bloomberg” teve acesso.

De acordo com um último relatório da European Travel Commission sobre as despesas e as tendências do turismo, publicado no segundo trimestre de 2024 e a que a agência financeira “Bloomberg” teve acesso, a procura na região “continua a aumentar”, sendo que se prevê que os turistas internacionais gastem 800 mil milhões de euros durante este ano.

Esta valor representa um aumento de 37% face aos níveis pré-pandémicos em que os gastos se situaram em 583 mil milhões de euros.

A chegada de visitantes estrangeiros à Europa deverá registar um aumento de 6% em 2024, quando comparada com 2019, indica também o relatório, dando ainda nota de esse movimento originará um novo recorde. A impulsionar o “boom” do turismo europeu deste ano estão os norte-americanos, sendo que até agora 72% dos gastos turísticos são realizados em destinos da Europa Ocidental.

Outros aumentos de receitas são provenientes de visitantes intrarregionais e de turistas da Ásia Oriental, vindos, nomeadamente da China, apesar da contribuição dos viajantes chineses para as despesas totais não estar ainda totalmente disponível, conclui a ETC.

“Por enquanto, podemos ver que os destinos do sul da Europa e do Mediterrâneo continuam a ser os favoritos dos viajantes na Europa”, disse Eduardo Santander, diretor executivo da European Travel Commission, num comunicado enviado correio eletrónico à “Bloomberg”.

“Isto deve-se ao facto de os turistas continuarem a dar prioridade ao clima quente e à boa relação qualidade-preço”, acrescentou. Estes dois fatores “podem ainda” ser encontrados nas zonas do sul da Europa, salientou.

O relatório assinala que os norte-americanos estão a afluir em massa ao Mediterrâneo, mas dá nota de que um número crescente de viajantes está também a escolher os destinos “menos visitados e mais frescos”.

JN/MS

Redes Sociais - Comentários

Artigos relacionados

Não perca também
Close
Back to top button

 

O Facebook/Instagram bloqueou os orgão de comunicação social no Canadá.

Quer receber a edição semanal e as newsletters editoriais no seu e-mail?

 

Mais próximo. Mais dinâmico. Mais atual.
www.mileniostadium.com
O mesmo de sempre, mas melhor!

 

SUBSCREVER