Mundo

Descoberto em Jerusalém selo de governador com 2700 anos

Inscrições em hebreu referem o então governador da cidade, uma designação que apenas se conhecia dos textos bíblicos

Arqueólogos israelitas descobriram um selo em barro com 2700 anos que pertenceu a um governador de Jerusalém, no que é considerada uma descoberta rara. Esta é a primeira vez que a expressão “governador de Jerusalém”, que apenas se conhecia da Bíblia, é encontrada num objeto concreto encontrado naquela cidade.

O selo, com a dimensão de um botão, e com a gravação em hebreu da expressão “para o governador da cidade”, mostra também duas pequenas figuras vestidas com mantos da época.

O achado, que data do século VII a.C.,foi feito na segunda-feira, no âmbito de uma escavação arqueológica que está a decorrer na Cidade Velha de Jerusalém, junto à Muralha Ocidental.

Segundo a coordenadora da escavação, a arqueóloga Shlomit Weksler-Bdolah, esta é a primeira vez que se encontra um artefacto daquela época que refere explicitamente o governador de Jerusalém. Até agora, “só conhecíamos esta expressão da Bíblia”, sublinhou em declarações à AFP, citadas pelo The Japan Times.

A descoberta – e o seu anúncio, pela Autoridade das Antiguidades de Israel – surge num momento de ressurgimento da crispação entre israelitas e palestinianos, na sequência da decisão de Donald Trump de reconhecer Jerusalém como a capital de Israel.

Redes Sociais - Comentários

Artigos relacionados

Não perca também
Close
Back to top button

 

Quer receber a edição semanal e as newsletters editoriais no seu e-mail?

 

Mais próximo. Mais dinâmico. Mais atual.
www.mileniostadium.com
O mesmo de sempre, mas melhor!

 

SUBSCREVER