Mundo

Canadá vai abster-se na votação da ONU sobre Jerusalém

O Canadá está a planear abster-se da votação da Assembleia Geral das Nações Unidas sobre a decisão do presidente dos EUA, Donald Trump, de reconhecer Jerusalém como a capital de Israel.

O voto é sobre uma resolução da Assembleia Geral que pede ao presidente para anular a sua decisão. A resolução declara que o estatuto de Jerusalém só pode ser alterado por negociações diretas entre israelitas e palestinos.

“Estamos desapontados com o fato de que essa resolução é unilateral e não avança perspectivas de paz a que aspiramos, e é por isso que vamos abster-nos na votação de hoje”, disse Adam Austen, porta-voz da ministra dos Negócios Estrangeiros, Chrystia Freeland, em comunicado à CTV News.

O Canadá já disse que não tinha planos de mudar a embaixada do Canadá em Tel Aviv, depois que os americanos anunciaram que iriam reconhecer Jerusalém como a capital de Israel.

Antes da votação, Trump ameaçou cortar a ajuda dos EUA aos países que votarem contra eles.

 

Redes Sociais - Comentários

Artigos relacionados

Back to top button

 

Quer receber a edição semanal e as newsletters editoriais no seu e-mail?

 

Mais próximo. Mais dinâmico. Mais atual.
www.mileniostadium.com
O mesmo de sempre, mas melhor!

 

SUBSCREVER