Mundo

Bruxelas aprova vacina da Pfizer para adolescentes mas delega decisão nos países

Bruxelas aprova vacina da Pfizer para adolescentes mas delega decisão nos países
European Union Health Commissioner Stella Kyriakides holds a press conference on Covid-19 therapeutics strategy at the European Commission in Brussels on May 6, 2021. (Photo by Kenzo TRIBOUILLARD / AFP)

A Comissão Europeia aprovou esta segunda-feira a utilização da vacina da BioNTech/Pfizer para adolescentes dos 12 aos 15 anos, após o aval da Agência Europeia do Medicamento, explicando que a decisão cabe sempre aos países da União Europeia (UE).

“Hoje, a Comissão Europeia adotou uma decisão para aprovar a utilização da vacina BioNTech/Pfizer anticovid-19 para crianças entre os 12 e 15 anos de idade”, escreveu a comissária europeia da Saúde, Stella Kyriakides numa publicação na rede social Twitter.

Segundo a responsável europeia, “os Estados-membros podem agora optar por expandir o seu programa de vacinação aos jovens“, sendo que essa será sempre uma decisão nacional.

“Para pôr fim à crise [pandémica], cada dose conta”, concluiu Stella Kyriakides.

O anúncio surge depois de, na sexta-feira, a Agência Europeia do Medicamento (EMA, na sigla inglesa) ter dado luz verde ao uso do fármaco da Pfizer/BioNTech contra a covid-19 em adolescentes dos 12 aos 15 anos, sendo esta a primeira vacina aprovada para esta faixa etária.

O anúncio foi feito pelo chefe da Estratégia de Vacinas e Ameaças Biológicas para a Saúde da EMA, Marco Cavaleri, que em conferência de imprensa explicou que a vacina deve, à semelhança do que é recomendado para adultos, ser administrada em duas doses com um intervalo de três semanas.

Os especialistas da EMA consideram que a vacina é segura e eficaz em adolescentes dos 12 aos 15 anos, cujo uso nesta faixa etária já estava autorizado nos Estados Unidos.

A vacina do consórcio Pfizer/BioNTech estava antes aprovada na Europa para pessoas a partir dos 16 anos.

Segundo o regulador europeu do medicamento, a eficácia da vacina nesta faixa etária foi demonstrada num ensaio clínico com aproximadamente 2000 participantes, com a resposta imunitária a revelar-se semelhante, e por vezes melhor, à de jovens adultos.

Atualmente, estão aprovadas quatro vacinas anticovid-19 na UE: a Comirnaty (nome comercial da vacina Pfizer/BioNTech), Moderna, Vaxzevria (novo nome do fármaco da AstraZeneca) e Janssen (grupo Johnson & Johnson).

JN

Redes Sociais - Comentários

Artigos relacionados

Back to top button

 

Quer receber a edição semanal e as newsletters editoriais no seu e-mail?

 

Mais próximo. Mais dinâmico. Mais atual.
www.mileniostadium.com
O mesmo de sempre, mas melhor!

 

SUBSCREVER