Mundo

Ágatha tinha oito anos e morreu com tiro da Polícia nas costas

É a 16.ª criança a ser baleada na Região Metropolitana do Rio de Janeiro, Brasil, e a quinta que não resistiu aos ferimentos. Ágatha Félix, de oito anos, morreu na sexta-feira com um tiro nas costas, durante uma operação policial no Complexo do Alemão.

“A minha neta estava armada, por acaso, para poder levar um tiro?”, questionou à Polícia Airton Félix, avô da criança, num vídeo divulgado pelo Jornal Hoje. A voz de Airton foi apenas uma de muitas a insurgir-se contra aquela que se tem tornado regra em operações policiais nas periferias do Rio, onde traficantes e militares travam uma guerra que se arrasta há anos.

“Vai chegar amanhã e [dizer que] morreu uma criança num confronto. Que confronto? A mãe dela passou lá e viu que não tinha confronto. Com quem? Porque não tinha ninguém, não tinha ninguém. Atirou por atirar na Kombi. Atirou na Kombi e matou a minha neta. Foi isso. Isso é confronto?”, afirmou o avô, citado pelo “El País”.

A menina foi baleada nas costas na sexta-feira à noite, quando estava dentro de uma Kombi (carrinha da Volkswagen) com o avô e voltava para casa na comunidade da Fazendinha. Ágatha foi levada de urgência para o hospital, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

Leia mais em JN

 

Redes Sociais - Comentários

Artigos relacionados

Back to top button

 

Quer receber a edição semanal e as newsletters editoriais no seu e-mail?

 

Mais próximo. Mais dinâmico. Mais atual.
www.mileniostadium.com
O mesmo de sempre, mas melhor!

 

SUBSCREVER