GTA

Mudança de nome da Dundas Street divide opiniões

milenio stadium -~dundas street - toronto - nome

 

A Dundas Street, em Toronto, abriga mais de 4500 estabelecimentos comerciais e é o lar de mais de 97 mil pessoas, segundo dados do município. É uma das ruas que compõe o chamado Little Portugal, bairro com nome e jeito bem português de ser. A área concentra uma grande comunidade lusófona e de uma maneira ou outra os que vivem, trabalham ou frequentam a rua serão afetados com a decisão tomada neste mês pela Assembleia Municipal da Câmara de Toronto, que oficializou que a Dundas St. vai ser renomeada, devido ao passado ligado à escravatura do homem que deu origem a esse nome, o escocês Henry Dundas.

Essa decisão divide opiniões e entre a comunidade portuguesa não é vista com bons olhos pela maioria. “Eu moro aqui e terei que trocar endereço na minha carta de condução, correio…enfim, vai dar um trabalho que julgo desnecessário”, afirma uma das entrevistadas numa tradicional padaria portuguesa. No mesmo local, um senhor que aguardava para comprar pão justifica que os altos gastos envolvidos para que a alteração aconteça, calcula-se que serão mais de seis milhões de dólares, poderia ser aplicada em outra área: “Por que não constroem um novo centro comunitário na região com esse dinheiro? Assim todos da comunidade seriam beneficiados e o dinheiro mais bem empregado”. Uma outra mulher frequentadora da área destaca que este não é o momento certo para tais gastos milionários: “Estamos a sair de uma pandemia, onde todos foram prejudicados, em especial os comerciantes. E a Câmara Municipal decide investir na troca de placas, sinais, etc. Não acho que isso foi muito bem planeado”, conclui ela. Já para outros corrigir um erro histórico não tem preço e portanto concordam com a mudança.

Alguns comerciantes da área também receberam a informação com surpresa, já que nesse momento tentam se recuperar dos meses de perdas financeiras, e consideram difícil entender a decisão. O gerente da Caldense Bakery, localizada na área, João Moreira, diz que é indiferente a essa alteração, mas espera que a autarquia de fato cumpra a promessa de ajudar financeiramente os estabelecimentos e pessoas afetadas, uma afirmação que foi feita assim que a medida foi aprovada. “Veremos se essa ajuda virá, se for parecida com a que recebemos em relação à Covid-19 será decepcionante”, reclama. A opinião é compartilhada pela proprietária da floricultura, Flowers&Twigs, Cristina Pinheiro, na mesma região. “Eu respeito e entendo os que são a favor da mudança. E não concordo com o que se passou”. Como dona de um pequeno negócio acredita, no entanto, que faltou sensibilidade da autarquia nessa decisão. “Tudo que tenha Dundas vamos ter que mudar, quem vai pagar essas despesas? Será que a Câmara vai mesmo ajudar? Ou nós teremos também que pôr do nosso bolso, depois dessa pandemia toda, dos estabelecimentos estarem fechados, termos perdido clientes…Onde fica o pequeno negócio no meio disso tudo?”, questiona ela.

Assista a reportagem feita para a Camões TV Notícias, clique aqui.

A chair do Little Portugal na Dundas BIA, AnaBela Taborda, entende essa preocupação dos comerciantes, mas diz que a entidade apoia a mudança de nome, já que considera impossível fechar os olhos à dor que a escravidão provocou a tanta gente. E garante que essa alteração, apesar de impactar o comércio local, pode representar uma renovação na área: “Alguns comércios por ali já estão envelhecidos, talvez seja uma boa altura para fazer uma limpeza de cara e aproveitar, provavelmente alguns apoios financeiros que possam ser disponibilizados, e como tal juntarmos todos como uma vizinhança, apoiarmos uns aos outros, e darmos esses passos”, disse.
A cidade fará uma consulta pública para escolher um novo nome para a rua. Isso deve acontecer até a primavera de 2022.

Lizandra Ongaratto/MS

Redes Sociais - Comentários

Artigos relacionados

Back to top button

 

Quer receber a edição semanal e as newsletters editoriais no seu e-mail?

 

Mais próximo. Mais dinâmico. Mais atual.
www.mileniostadium.com
O mesmo de sempre, mas melhor!

 

SUBSCREVER