GTA

Butterfly Festival em Toronto

A migração anual das borboletas-monarcas fascina os seres humanos há muitas décadas. Quando o inverno se aproxima, milhares destas borboletas deixam o Canadá e voam até à região central do México. Pelo final do mês de Agosto, elas procuram reunir-se em vários locais, preparando-se para iniciar a viagem de cerca de 3 mil quilómetros: é a migração mais longa já observada entre os insetos.

O Tommy Thompson Park, considerado o Deserto Urbano de Toronto, é um dos lugares escolhidos pela borboleta-monarca como ponto de encontro. Para apreciar a graciosidade deste inseto, todos os anos centenas de pessoas visitam o parque durante o Butterfly Festival. Este ano a celebração aconteceu a 18 de Agosto e celebrou a incrível migração recebendo crianças, famílias e amantes da natureza com oferta de muitas atividades. “Eu estive especificamente a liderar as caminhadas, em que nós percorremos todo o parque para observar os diferentes tipos de borboletas e natureza em geral. Mas também tivemos as viajens de bicicletas, em que pudemos ver mais do parque, e houve atividades para as crianças, com artesanato, pinturas faciais e workshops educativos como fotografia e jardinagem para as borboletas”, conta-nos Andrea Chreston, a coordenadora do festival.

Durante o evento os visitantes puderam descobrir as mais de 55 espécies de borboletas e mariposas registadas até o momento no parque e aprender mais sobre a sua conservação e a biodiversidade. Tivemos até a oportunidade de observar de perto as várias fases de crescimento, desde o ovo ate à transformação em borboleta.

Além dos insetos, a organização Wild Ontario, em colaboração com o festival, levou ao parque algumas das suas aves, como os falcões. Aves que, por diferentes motivos, não são capazes de sobreviver autonomamente no meio selvagem e por isso estão sob os cuidadas da associação. Jessie, uma das voluntárias da organização, exibia um dos falcões, graciosamente pousado na sua mão, enquanto o borrifava com água para o manter fresco, frente ao calor que se fazia sentir naquele dia. “Esta é a Elsemyr e ela é um gyrfalcon, que é uma das maiores espécies do mundo. Vocês podem encontrá-los nos territórios do Norte. Todas as aves que vemos aqui não podem ser libertadas por alguma razão. Esta em particular, foi atropelada por um carro e decidiu ir mais para Sul, até Otava, para caçar à beira da estrada. A asa dela agora está melhor, já não lhe causa dor, mas ela não é forte o suficiente para sobreviver no meio selvagem. Temos outra ave que foi capturada muito jovem e criada com humanos. Basicamente ela não pôde aprender a ser uma ave, não sabe como se comportar na natureza.”

Muito houve para descobrir, para quem aceitou a proposta de visitor o Butterfly Festival deste ano. Lembre-se de que pode sempre visitar o Tommy Thompson Park e ainda ter a sua oportunidade de descobrir a borboleta monarca entre os trilhos. Entre o final de Agosto e Novembro toda esta geração de borboletas terá partido para passar o inverno no México.

Redes Sociais - Comentários

Artigos relacionados

Back to top button

 

Quer receber a edição semanal e as newsletters editoriais no seu e-mail?

 

Mais próximo. Mais dinâmico. Mais atual.
www.mileniostadium.com
O mesmo de sempre, mas melhor!

 

SUBSCREVER