Comunidade

Treinadores dos clubes portugueses da GTA antecipam vitória de Portugal no mundial

Os treinadores dos clubes portugueses da GTA acreditam que Portugal vai vencer a Espanha e até há quem diga que vamos repetir a proeza e voltar a ganhar a taça. O certo é que frente a frente vão estar duas equipas fortes e o italiano Gianluca Rocchi é quem vai arbitrar o jogo de estreia de Portugal no Mundial 2018.

Em declarações ao Milénio Stadium, João Oliveira, coordenador técnico da Escola de Futebol Benfica de Toronto, está muito confiante na seleção das quinas. “Aqui tenho que puxar a brasa à minha sardinha. Espero que Portugal vença e que faça uma boa exibição. É certo que a Espanha é uma das melhores equipas do mundo mas nós somos campeões europeus”, disse.

A poucos dias do arranque do mundial, Lopetegui foi demitido da seleção espanhola, uma mudança que pode ser vantajosa para Portugal. “Acho que vai destabilizar os espanhóis, se bem que não nos podemos encostar só a este fator. Temos que tentar fazer o nosso melhor e jogar o nosso jogo”, apontou.

Para o técnico do Benfica de Toronto, Fernando Santos é a escolha certa. “Ele tem uma experiência internacional muito grande e consegue fazer os seus jogadores acreditarem. Ele conseguiu ganhar o campeonato em 2016 e agora o Éder escreveu uma carta ao selecionador a dizer-lhe que embora não tenha sido escolhido este ano, continua a sentir-se parte do grupo. Isto revela a capacidade do técnico em criar união na equipa”, explicou.

Oliveira desvaloriza a lesão que Cristiano Ronaldo sofreu há dois anos na final. “Pode acontecer a qualquer jogador, é o melhor jogador do mundo e agora já está a 100%. Ele é especial porque quer sempre mais. Esta característica é fundamental para um líder. A equipa confia muito no seu campeão e acredito que ele vai fazer um bom mundial”, defendeu.

João Oliveira garante que é possível trazer de novo a taça para Portugal. “Não podemos dizer que somos favoritos mas acho que temos hipóteses. A Alemanha, o Brasil, a Argentina e a França de certeza que têm uma palavra a dizer. Mas em 2016 também ninguém dava nada por nós e vencemos”, recordou.

Oliveira aconselha a seleção “a pensar jogo a jogo” e alerta para a possibilidade de ter adversários de peso. “Não vale a pena antecipar problemas, logo vemos quem vamos defrontar. Mas temos que encarar cada jogo como uma final”, sublinhou. O técnico não acredita que a crise que se vive no Sporting F.C. vá afetar os jogadores. “Eles são profissionais e sabem separar a razão da emoção. Espero que este clima não os influencie”, rematou.

Para o técnico do Benfica de Toronto, a baliza portuguesa está garantida. “O Rui Patrício é o melhor guarda-redes do campeonato português e um dos melhores da Europa. Vimos isso no último Euro, penso que não temos razões para nos queixarmos da baliza. Normalmente nestas competições ele costuma estar nos seus níveis de excelência e acho que não nos vai desapontar”, afirmou.

A equipa das quinas está equilibrada em todas as áreas. “Estamos bem servidos em todos os sectores do campo. Temos a experiência de jogadores como o Pepe e o Bruno Alves; a juventude do Ruben Dias e do José Fontes. Nos corredores temos o Ricardo e o Cédric.  No lado esquerdo o Raphaël Guerreiro dá excelentes garantias”, justificou.

Oliveira deixou uma mensagem para a seleção de Portugal. “Espero que representem os milhares de portugueses que vivem em Portugal e no estrangeiro e, em bom português, façam das tripas coração e mostrem ao mundo do que somos capazes. Vamos seguir o lema que a Federação escolheu para a nossa seleção – conquista o sonho”, declarou.

Por outro lado, José Carlos Silva, responsável pela Academia do Gil Vicente de Toronto, antecipa um jogo difícil. “A Espanha tem uma equipa muito estruturada e com jogadores muito experientes em alta competição. Penso que a equipa espanhola é mais forte e toca bem a bola no contra-ataque, ataca pela certa, como a Itália. A Espanha vai jogar no erro do adversário”, adiantou.

Silva identifica vários problemas na formação portuguesa. “Não temos nenhum ponta de lança fixo. Todos dizem que é o Ronaldo mas ele vai ser extremamente vigiado. Vão massacrá-lo sempre que tentar arrancar para o campo adversário. O Rui Patrício não é consistente, tem altos e baixos e isso faz-me tremer. Não acredito no Paulo Alves e o Pepe já tem uma certa idade. Temos muitos jogadores a jogar pela primeira vez mas tudo depende dos primeiros minutos”, apontou.

O responsável pela Academia do Gil Vicente de Toronto considera que a pré-época podia ter corrido melhor e deixa críticas às escolas de formação. “Ganhámos um jogo na pré-época mas tivemos um adversário muito fraco. Acho que o Moutinho vai transmitir confiança aos jogadores mais novos. Não temos muito por onde escolher porque o nosso país não investe na formação. Não temos um viveiro de jogadores de futebol como a Argentina, a França, Alemanha, Holanda ou Itália”, criticou.

O técnico do Gil Vicente deixa elogios ao selecionador e diz que “ele já comeu o pão que o diabo amassou”. “Ele sabe motivar os jogadores e isso faz com que cada um dê o seu máximo. Ele é uma peça essencial. O Ronaldo é a voz dele dentro dos balneários e em campo. É um aliado estratégico que merece o respeito e a admiração dos jogadores”, sugeriu.

José Carlos Silva argumenta que a diferença, no jogo de sexta-feira, pode ser feita por um jogador com uma bola parada.  “Tanto Portugal como a Espanha têm este tipo de jogador, o importante é que façam o seu melhor dentro das quatro linhas”, destaca.

O técnico avançou ao Milénio Stadium que foram selecionados quatro jogadores da Academia do Gil Vicente de Toronto para estagiar no clube mãe em Portugal.  “Eles vão ter a oportunidade de mostrar o seu potencial durante quatro semanas. A viagem está marcada para 6 de julho e estamos com as expectativas muito elevadas”, anunciou.

Samuel Gyeke, treinador principal do Sporting FC de Toronto, considera que seria bom para ambas as equipas começarem bem o mundial e conquistarem pelo menos um ponto. “As duas equipas têm muita qualidade a nível de jogadores. A Espanha entra neste jogo ganhando 14 dos últimos 20 jogos e ainda pode perder. Portugal também vem com um bom registo ao vencer 9 dos 10 jogos de qualificação. A minha mente diz um empate, mas o meu coração diz que a vitória é de Portugal”, disse.

Gyeke acredita no potencial das duas seleções e argumenta que os jogadores poderão fazer a diferença a qualquer altura. “No papel, ambas as equipas têm jogadores da mais alta qualidade que podem decidir qualquer jogo a qualquer momento. Ambas têm uma mistura muito boa de juventude e de experiência”, justificou.

O técnico do Sporting de Toronto ficou surpreendido com a saída de Lopetegui mas acha que o profissionalismo dos jogadores vai falar mais alto. “Acredito que vá causar alguma fricção mas eles sabem porque estão aqui. Vai ser interessante perceber como tudo se desenrola”, admitiu.

Sobre a escolha dos 23, Gyeke compreende que “alguns grandes jogadores tenham ficado surpreendidos por não terem sido convocados”, mas assegura que “o treinador teve que levar os jogadores que acreditava estarem prontos para jogar no seu melhor por Portugal”.

Gyeke desvaloriza a crise que o Sporting vive e não acredita que vá interferir na prestação dos jogadores. “A situação atual [do Sporting] é indesejada, mas se certos jogadores ainda estão com a equipa é porque o treinador acredita que estão mentalmente bem e prontos para jogar”, afiançou.

Gyeke recorda as conquistas de Fernando Santos e desvaloriza as críticas. “Alguns dizem que é um treinador defensivo, mas acredito que ele joga para vencer. O seu currículo fala por ele mesmo”, avançou. Sobre Ronaldo, Gyeke considera que “o nível que ele ainda está jogando aos 33 anos é incrível. Acho que ele vai estar no seu melhor. Ronaldo é um líder e um campeão e é por isso que inspira o resto da equipa”, revelou.

Fernando Hierro é o novo treinador da seleção de Espanha no Campeonato Mundial da Rússia. Portugal não vai ter nenhum árbitro principal em campo mas Artur Soares Dias e Tiago Martins estão entre os 13 árbitros nomeados para a função de VAR.

 

Redes Sociais - Comentários

Artigos relacionados

Back to top button

 

Quer receber a edição semanal e as newsletters editoriais no seu e-mail?

 

Mais próximo. Mais dinâmico. Mais atual.
www.mileniostadium.com
O mesmo de sempre, mas melhor!

 

SUBSCREVER