ComunidadeBlog

ACAPO celebra Natal e espera que Parada de Portugal volte em grande em 2022

ACAPO celebra Natal -toronto-mileniostadium
David Ganhão, Katia Caramujo,José Manuel Carneiro Mendes, Cônsul Geral de Portugal no Canadá, Laurentino Esteves e Joe Eustáquio. Créditos: Joana Leal.
ACAPO celebra Natal -toronto-mileniostadium
Isabel e José Mafra do Rancho da Nazaré. Créditos: Joana Leal

A ACAPO (Aliança de Clubes Portugueses e Associações de Ontário) juntou alguns dos clubes, associações e ranchos folclóricos no seu tradicional encontro de Natal. O evento decorreu na Casa do Alentejo na quarta-feira (7) e contou com a presença de membros da direção do Rancho da Nazaré, Clube de Barcelos, First Portuguese, Casa das Beiras, Casa do Alentejo, Rancho Transmontano e Casa da Madeira.

A presidente da Comissão Ad Hoc da ACAPO, Katia Caramujo, disse ao Milénio Stadium que este convívio, que foi interrompido pela pandemia, seguiu todas as regras impostas pelas autoridades de saúde de Ontário e foi uma oportunidade para agradecer aos clubes o seu trabalho durante o ano.

ACAPO celebra Natal -toronto-mileniostadium
Luís Betterncourt da Casa da Madeira com Bernardino Nascimento da Casa das Beiras. Créditos: Joana Leal

A pandemia tem condicionado a atividade das associações portuguesas e o maior problema agora é assegurar a continuidade dos ranchos folclóricos até porque algumas das crianças ainda não estão vacinadas contra a COVID-19. “Reunimos com alguns dos clubes nos últimos dois meses e alguns ainda conseguem organizar atividades nas suas próprias sedes, mas outros nem tanto. Há receio em relação ao futuro dos ranchos folclóricos porque a dança é feita com pessoas de diferentes bolhas sociais e algumas das crianças ainda não foram vacinadas”, explicou.

Questionada pelo nosso jornal se tinha conhecimento de algum clube que corria o risco de encerrar as portas, a presidente da Comissão Ad Hoc garantiu que apesar da atual crise de saúde e económica ser desafiante, a maioria continua a funcionar. “No verão os Poveiros encerraram a sua sede, mas continuam com as suas atividades. O First Portuguese reduziu o espaço da sua sede para cortar nos custos e está a realizar as suas atividades. Não tenho conhecimento de nenhum clube que vai encerrar portas em breve”, assegurou.

ACAPO celebra Natal -toronto-mileniostadium
Cônsul-Geral de Portugal no Canadá, José Carneiro Mendes, Ana Costa do Rancho Transmontado com José Rodrigues da Casa da Madeira. Créditos: Joana Leal.

Para 2022 o desejo da Comissão é eleger uma nova direção e retomar a Parada de Portugal na Dundas Street West. O antigo presidente da ACAPO, que integra agora a Comissão Ad Hoc, deixou alguns recados para o Governo de Portugal. “Não temos tido a representação política que merecemos, mas a culpa é nossa. Deixo aqui uma mensagem, votem e digam às pessoas para votarem senão nós não somos nada”, disse. Eustáquio agradeceu ainda aos ranchos de folclore, bandas filarmónicas e clubes o esforço para preservar a cultura portuguesa e lamentou que os representantes políticos viessem para Toronto apenas por nomeação e durante quatro anos.

O Cônsul-Geral de Portugal no Canadá, José Mendes Carneiro, disse por sua vez, que pediu para vir para Toronto justamente por ter ouvido dizer que a cidade tinha uma comunidade dinâmica e recordou que na Alemanha, onde esteve em funções antes de ser destacado para Toronto, lutou pela afirmação da cultura portuguesa. “Os portugueses podem sair da Dundas, mas ficam os murais (de Amália e VHILS) e o Galo de Barcelos”, disse no seu discurso.

ACAPO celebra Natal -toronto-mileniostadium
A tesoureira Elisa Nicolau Aurianne Fazendeiro e vice presidente do First Portuguese . Créditos: Joana LEal.

Em declarações ao Milénio Stadium, o Cônsul explicou que o movimento associativo está em transição em Toronto e em toda a diáspora portuguesa no estrangeiro e disse que aqui cabia à ACAPO e a todas as outras estruturas associativas debater o futuro.  “Que movimento associativo é que nós queremos, se está de facto em crise ou não e estando em crise quais os novos caminhos que o movimento associativo deve trilhar”, referiu.

A ACAPO foi criada em 1986 e está a funcionar com uma Comissão Ad Hoc desde 2017.

Joana Leal/MS

Redes Sociais - Comentários

Artigos relacionados

Back to top button

 

Quer receber a edição semanal e as newsletters editoriais no seu e-mail?

 

Mais próximo. Mais dinâmico. Mais atual.
www.mileniostadium.com
O mesmo de sempre, mas melhor!

 

SUBSCREVER